Espaço Acessibilidade

Esses espaços formam o conjunto de serviços criados pela Biblioteca do Centro Universitário Senac - Santo Amaro e pelo Senac Aclimação. Oferecem alternativas de acesso informacional à pessoa com deficiência. A área física destinada ao atendimento é a biblioteca inteira, com concentração na sala de recursos especiais. Atende aos alunos, professores, funcionários do Senac, além da comunidade.
Seu acervo é constituído de 600 títulos de livros nos formatos braille e falado (MP3 e áudio).
A pessoa com deficiência visual tem acesso a computadores com DOSVOX, NVDA, Jaws, Magic e Openbook, além de tecnologias de acessibilidade (lupa eletrônica, máquina de escrever e impressora de braille e impressora termofusora para relevos).


Oferece os seguintes serviços básicos:
1 - Serviço de digitalização, impressão em braille e gravação em áudio.
2 - Empréstimo de livros, CDs (de música e livro), DVDs. Nesse caso, é necessário realizar cadastro gratuito.

Localização
Espaço Acessibilidade - Biblioteca do Centro Universitário Senac – Santo Amaro.
Av. Engenheiro Eusébio Stevaux, 823. Jurubatuba.
São Paulo – SP.
CEP: 04696-000.
Telefone: 11-5682-7495.
E-mail: santoamaro.biblioteca@sp.senac.br

Como chegar ao Centro Universitário Senac - Santo Amaro
• Descer na estação de metrô Conceição e utilizar o ônibus SP Market (675P)
• Descer no Terminal de Ônibus Santo Amaro e utilizar o ônibus Jardim Luso (546L)
• Descer na estação da CPTM (trem) de Jurubatuba e utilizar o ônibus Metrô Conceição (675P).

Espaço Acessibilidade – Biblioteca Senac Aclimação.
Rua Pires da Mota, 838. Aclimação.
São Paulo – SP.
CEP: 01529-000.
Telefone: 11-3795-1297.
E-mail: aclimacao.biblioteca@sp.senac.br

Como chegar ao Senac Aclimação.
Descer na estação de metrô Vergueiro, sair à direita da catraca, contornar o Hospital do Servidor Público Municipal, virar a dois quarteirões à esquerda.

Histórico
O Espaço Acessibilidade foi criado junto com o projeto da Biblioteca do Centro Universitário Senac - Santo Amaro, com sua inauguração em 2004. Várias bibliotecas influenciaram seu projeto, dentre elas, a Biblioteca Central da Universidade Estadual de Campinas. Seu projeto foi organizado por Jeane Passos de Souza (Gerente da Editora Senac São Paulo) e Cristiane Camizão Rockiki (Coordenadora da Referência da Biblioteca).

O primeiro bibliotecário a dirigir as atividades do Espaço Acessibilidade foi Odair José Barros Bazante, que recebeu a tarefa de dinamizar o serviço baseado em acessibilidade. Nesse mesmo ano, outros funcionários somaram-se à equipe, oferecendo um curso inovador de informática, no qual cada aluno recebe individualmente uma aula, ajudando-o a ser mais independente em suas pesquisas e tarefas, além de respeitar seu ritmo de aprendizado.

Em 2005, foi criado para os videntes interessados na escrita o curso de Básico de Braille, que seria o embrião para a atual Oficina de Reforço de Braille, que incluiu o deficiente visual em suas atividades.

Em 2005, os funcionários da biblioteca do campus participaram de uma oficina sobre atendimento de deficientes visuais e acessibilidade em bibliotecas com uma equipe inglesa, a Fundação Force. No mesmo ano, recebeu a quinta edição do evento Seminário Nacional de Biblioteca Braille.

Em 2006, a biblioteca abrigou a exposição A Célula ao Alcance das Mãos, do Museu de Ciências Morfológicas da Universidade Federal de Minas Gerais, treinando os funcionários para serem tutores da visita guiada.

No mesmo ano, o Senac fecha uma parceria com a Fundação Dorina Nowill e estende seu acervo de livros falados (MP3) para as unidades da capital (Lapa Scipião, Consolação) e interior (São José dos Campos, São José do Rio Preto e Bauru). Os funcionários receberam treinamento básico de Orientação e Mobilidade. Este projeto foi chamado de Ilhas de Audição.

Em 2009, esta parceria foi ampliada, possibilitando o envio de 150 títulos de livros falados para 32 das suas 50 bibliotecas espalhados pelo estado de São Paulo. Neste mesmo ano, o Espaço Braille investe em brinquedos pedagógicos que possibilitam a estimulação visual, tátil e auditiva das crianças que frequentam a biblioteca.

Em 2011, foi inaugurado o Senac Aclimação, onde nasceu o Espaço Acessibilidade, agregando novos atendimentos aos cursos do Pet Trampolim – voltado para pessoas com deficiência intelectual, além dos usuários com surdez espalhados pelos diversos cursos da unidade.

Desde 2004 a 2014, os espaços:
- Realizaram 6.644 atendimentos individuais a pessoas com deficiência visual.
- Cadastraram 212 pessoas com deficiência visual.
- Emprestaram 2.661 títulos, entre livros, CDs e DVDs.
- Imprimiu 153.284 folhas em braille.

Inscrição
Esses espaços formam o conjunto de serviços inscrição. O usuário pode solicitar gratuitamente inscrição na biblioteca para usufruir do acervo.

É necessário entregar uma fotocópia do RG, CPF e comprovante de endereço. Após a entrega, o funcionário do espaço preencherá um formulário. Após sete dias, o cadastro estará disponível para empréstimo. No primeiro acesso ao empréstimo será necessário fornecer uma fotografia e cadastro da impressão digital (biometria).

Ao usuário, será possível levar para casa suportes de informação como DVDs, CDs e livros em braille. O prazo de permanência é de sete dias. Pode-se renovar por três vezes, se não houver reserva.

A renovação pode ser feita pelos telefones: 11 5682-7425 e 11 3795-1296.

Solicitação de documentos em braille e áudio
Informações técnicas sobre a impressão em braille.
- Folha branca A4 de gramatura 120.
- Impressão em frente e verso.
- Não há produção de figuras, imagens ou desenhos em relevo.
- Não há encadernação.
- Não há produção gráfica de cor.
- A conversão é realizada pelo programa Winbraille, versão 4.20.11.
- A impressora utilizada é a 4X4 PRO.

Preços da impressão:
• R$ 0,70 (setenta centavos) para pessoa física.
• R$ 13,00 (treze reais) para pessoa jurídica.

Informações técnicas sobre a gravação em áudio
O arquivo é gravado no formato MP3 e pode ser entregue na mídia de CD ou DVD.
A voz sintetizada utilizada é a masculina padrão pelo programa Openbook.

Informações sobre a digitalização de documentos
Os serviços de digitalização e cópia de documento são de uso exclusivo para pessoas com deficiências visuais, conforme amparo da Lei Nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998, Capítulo IV, art. 46, I, d. (http://www.planalto.gov.br/ccivil/leis/L9610.htm).

Equipe do Espaço Acessibilidade do campus Santo Amaro:
Camila Franzin Trajano, graduanda em Pedagogia.

Equipe do Espaço Acessilidade do Senac Aclimação:
Marcos Gonçalves, graduando Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos.
Izete Malaquias da Silva, bibliotecária.

Para se candidatar aos cursos e oficinas, é necessário comparecer à unidade seu interesse.


Produção Científica
Estes trabalhos foram publicados em congressos sobre o Espaço Braille.

• VIEIRA, R.Q.; SILVA, I.M. desafios do livro acessível: informação para as pessoas com deficiência. In: Seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias, 2014, Belo Horizonte. Disponível em: https://www.bu.ufmg.br/snbu2014/wp-content/uploads/trabalhos/498-2325.pdf

• VIEIRA, R.Q.; SAHEKI, Y.;SANTANA, J.P. Instrumento para identificação da acessibilidade em bibliotecas. In: XXIV Congresso Brasileiro de Biblioteconomia, Documentação e Ciência da Informação, 2011, Maceió.

• VIEIRA, R.Q.; SAHEKI, Y.;SANTANA, J.P; GARCIA, C.R.; CARVALHO, W.M. Necessidade de informação em braille: um estudo de caso. In: XXIV Congresso Brasileiro de Biblioteconomia, Documentação e Ciência da Informação, 2011, Maceió.

• PASSOS, R.P.; SAHEKI, Y.; VIEIRA, VIEIRA, R.Q. Leitores de tela: ferramenta para documentos acessíveis. In: Seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias, 2008, São Paulo. ANAIS DO XV SNBU 2008.

• PASSOS, R.P.; VIEIRA, VIEIRA, R.Q.. Desenvolvendo competências em informação para deficientes visuais: estudo de caso. In: Seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias, 2007, Florianópolis. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, 2007. v. 13. p. 276-281.

• VIEIRA, Ricardo Quintão. Tornando a informação acessível para o deficiente visual: experiências do Espaço Braille do Centro Universitário Senac. In: Tornando a informação acessível para o deficiente visual: experiências do Espaço Braille do Centro Universitário Senac, 2006, São Paulo. Anais do 2º Congresso Internacional de Arquivos, Bibliotecas, Centros de Documentação e Museus, 2006.
Disponível no catálogo do Senac

• BAZANTE, O.J.B.; VIEIRA, R.Q. O universitário com deficiência visual e o desafio profissional do bibliotecário. In: Seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias, 2006, Salvador. Seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias, 14, 2006.
Disponível no catálogo do Senac

Conheça o curso Acessibilidade em Bibliotecas, que o Senac São Paulo oferece.