Home > Notícias
17/12/2018 14h33min

Laboratório Novas Histórias estimula desenvolvimento de roteiristas brasileiros

Oitava edição reúne roteiros com olhar crítico para questões contemporâneas complexas.

Todos os participantes do Laboratório Novas Histórias 2018 posam para foto em espaço do Grande Hotel com mata ao fundo

Consultorias com especialistas aproximam profissionais iniciantes da realidade do mercado audiovisual

Orientar a produção de dez roteiros de longa-metragem de ficção a partir da mentoria de consultores nacionais e internacionais.

Essa é a dinâmica do Laboratório Novas Histórias, ação realizada em parceria entre o Senac Lapa Scipião, o Sesc São Paulo e a Carla Esmeralda Produções que busca estimular a aprendizagem e a troca de experiências entre roteiristas iniciantes e especialistas.

Nesta 8ª edição, foram inscritos 299 roteiros, sendo 274 para o público adulto e 25 para o público infantil. Questões contemporâneas complexas foram inspiração para os trabalhos, que abordaram desde sexualidade e amor, até reforma agrária, aborto e aventuras fantásticas.

Os dez selecionados foram: A Terra e os Sonhos, de Cássio Pereira dos Santos; Alternativa D, de Leticia Fudissaku; Avenida Beira-Mar, de Bernardo Florim & Maju de Paiva; Continente, de Tomás von der Osten; Incubo, de Jaqueline M. Souza; Livramento, de Lillah Halla & Maria Elena Morán; Menina Noiva, de Bárbara Cunha; O Estranho, de Flora Dias & Juruna Mallon; O Vale Das Cigarras, de Emiliano Cunha & Janaína Fischer; e Salomé, de André Antônio.

Alexandre Sivollela, coordenador do laboratório, conta que sempre buscam especialistas no mercado brasileiro e internacional com roteiros já exibidos nos cinemas.

"Trouxemos pessoas que até ganharam Oscar e outros prêmios, como Baftar, e trazem não só uma visão sobre roteiro, mas um pouco da experiência deles. O foco é o desenvolvimento do roteiro e do roteirista como profissional", diz.

Rotina imersiva
Após a escolha dos roteiros, as mentorias do Laboratório Novas Histórias foram realizadas de 2 a 5 de outubro no GRANDE HOTEL CAMPOS DO JORDÃO, hotel-escola Senac.

Nesta edição, os especialistas participantes foram Juliana Rojas, Alice Gomes, Andrés Waissbluth, Anna Muylaert, Daniel Ribeiro, Darin Mark, Gonzalo Maza, José Lavigne, Martín Salinas e Roberto Alberdingk Thijm.

Os roteiristas ficaram quatro dias imersos nas atividades, com uma reunião de orientação inicial, reuniões com os consultores, encontros com exibição de filmes, refeições e uma reunião final de avaliação.

"O que a gente espera é que, depois deste processo, os roteiros sejam desenvolvidos, ganhem tratamentos finais, cheguem às telas de cinema trazendo essas histórias e que a gente continue nesse ciclo com o objetivo de desenvolver o cinema brasileiro", destaca Alexandre.

Alunas no Laboratório
Duas alunas da pós-graduação em Roteiro de Ficção Audiovisual do Senac Lapa Scipião foram selecionadas para acompanhar dois roteiristas durante o laboratório.

O professor Carlos da Silva Pinto afirma que as alunas tiveram duas experiências distintas: a imersão em roteiros com trocas de experiências intensas e a parte técnica ao acompanhar cinco análises feitas por consultores.

A estudante Ana Luiza Marçal acompanhou os encontros da roteirista Bárbara Cunha, autora do roteiro Menina Noiva, e observou que os consultores estavam atentos a problemas estruturais e enfatizavam a importância de transmitir corretamente a mensagem.

"Trouxe novos olhares sobre política, cultura e sociologia em conversas que se estenderam para os intervalos e refeições criando uma comunidade generosa na qual a troca de conhecimento era a única moeda de câmbio", relata.

E complementa: "Levarei a experiência comigo para o resto da vida, sempre procurando contato com outros roteiristas e o apoio dessa comunidade cultural tão importante".

Já a aluna Elisângela Ramos participou dos encontros da roteirista Leticia Fudissaku, autora do roteiro Alternativa D, e destacou que a participação do holandês Robert Alberdingk Thijm na análise do roteiro acrescentou uma visão mais moderna, profunda e amorosa.

"Ele fez provocações novas e despidas de preconceitos, trazendo elementos impensados para a história, recorrendo a pontos sutis da narrativa, transformando o filme em uma obra com mais originalidade e trabalhando melhor os elementos autorais já́ existentes na obra".

Para Elisângela, as consultorias ajudaram a lapidar o roteiro inicial. "É real e visível o amadurecimento do projeto da primeira até a última reunião. Testemunhar as cinco visões tão diversas e complementares de profissionais de nacionalidades distintas foi enriquecedor".

A iniciativa também promoveu palestras com os consultores Robert Albert Albergdin Thijm, Roberto Gervitz, Dainara Toffoli e Juliana Rojas para os alunos da pós-graduação em Roteiro de Ficção Audiovisual no Senac Lapa Scipião e para o público interessado.

Nova parceria
Após as imersões, um dos trabalhos ganhou um incentivo a mais para sair do papel. Anunciado na 42ª Mostra Internacional de Cinema, em 27 de outubro, no Cinesesc, o roteiro Incubo, de Jaqueline Souza, foi contemplado pela bolsa do Programa de Apoio ao Roteiro e Desenvolvimento de Projetos Audiovisuais e receberá mentoria da roteirista Anna Muylaert, que dirigiu Que Horas Ela Volta?, longa premiado no Festival de Sundance e no Festival de Berlim.

O programa oferece bolsas de seis meses para roteiristas desenvolverem seus trabalhos e é idealizado pelo Instituto Olga Rabinovich, novo parceiro do Laboratório Novas Histórias.

"Histórias bem contadas sempre me emocionaram e ensinaram muito. Acredito que elas podem mudar o mundo e quero ajudar a reforçar o papel do audiovisual brasileiro como ferramenta de transformação do olhar e da realidade", diz Olga Rabinovich.

Muita história
Carla Esmeralda, idealizadora do Laboratório Novas Histórias, conta que a iniciativa existe desde 1996, quando o Sundance Institute teve contato com o filme Central do Brasil, de Walter Sales, e começou a prestar atenção nas produções brasileiras.

A partir de uma parceria com o Sundance Institute, vários filmes brasileiros participaram do Laboratório, entre eles: Cidade de Deus; Eu, Tu, Eles; O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias; Que Horas Ela Volta?, e outros que acompanham a trajetória do cinema brasileiro. 
"São 22 anos de realização. Nós mostramos a quantidade de histórias que temos para contar e, realmente, acompanhamos as tendências", ressalta Carla.

Gilson Packer, gerente do CineSesc, afirma que o importante é levar os filmes às telas de exibição. "Ficamos felizes em participar do roteiro, desse trabalho quase insano em cima dos tratamentos e da imersão que acontece no Grande Hotel Senac. Conseguimos ver o trabalho efetivamente sendo conduzido e, o mais legal, é pouco tempo depois vê-lo no cinema", diz.

Wilson Krette Junior, gerente do Senac Lapa Scipião, afirma que são raros os laboratórios de roteiro audiovisual realizados no Brasil. "Esta é uma oportunidade singular que oferecemos a esses participantes. Uma ação formativa intensa e bastante produtiva, com profissionais mundialmente conceituados em um ambiente acolhedor e muito favorável a este tipo de prática. E, também, é um benefício estendido aos nossos alunos da pós-graduação em roteiro, que podem compartilhar de todo o processo junto aos consultores", finaliza.


Conheça a pós-graduação em Roteiro de Ficção Audiovisual que o Senac Lapa Scipião oferece.

Notícias relacionadas:
- Zélia Duncan fala sobre identidade e carreira: “Foi tudo por um triz”
- Zélia Duncan fala sobre identidade e carreira: “Foi tudo por um triz”
- Zélia Duncan fala sobre identidade e carreira: “Foi tudo por um triz”
- Curta Senac reúne produções audiovisuais e integra turmas
- Curta Senac reúne produções audiovisuais e integra turmas
- Curta Senac reúne produções audiovisuais e integra turmas
- Laboratório Novas Histórias integra estudantes a roteiristas renomados
- Laboratório Novas Histórias integra estudantes a roteiristas renomados
- Laboratório Novas Histórias integra estudantes a roteiristas renomados


Tags: Carla Esmeralda, CineSesc, GRANDE HOTEL CAMPOS DO JORDÃO - HOTEL-ESCOLA SENAC, Laboratório Novas Histórias, Roteiro de Ficção Audiovisual, Senac Lapa Scipião, comunicação e artes, produção de roteiro, pós-graduação senac, roteiro de cinema


Últimas notícias

04/12/2019
02/12/2019
02/12/2019
Todas as obras da Livraria Senac pela metade do preço
29/11/2019
Férias com Leitura: explore o catálogo das bibliotecas do Senac São Paulo
29/11/2019
Conhecimento territorial da periferia foi foco do Webinar Senac
29/11/2019
Rede de bibliotecas do Senac São Paulo amplia seu acervo de e-books
27/11/2019
Centro Universitário Senac - Águas de São Pedro divulga lista de aprovados para o curso de Cozinheiro
22/11/2019
Descontos Senac
21/11/2019
Cinco títulos do Senac recebem nota máxima do MEC
13/11/2019
Cursos Cozinheiro e Garçom têm novas turmas em 2020
12/11/2019
Como a moda pode ser mais diversa em um mercado em transformação?
12/11/2019
Centro Universitário Senac apresenta o Programa de Parcelamento Estudantil
29/10/2019
Centro Universitário Senac - Águas de São Pedro divulga lista de aprovados para a turma de Cozinheiro
29/10/2019
Centro Universitário Senac abre processo seletivo para professores
24/10/2019
Como pais e filhos podem conversar sobre a escolha de uma profissão do futuro?
22/10/2019
Senac Botucatu celebra 70 anos
21/10/2019
Senac São Paulo conquista pela 18ª vez o prêmio Top of Mind de RH
10/10/2019
Aprendizagem Técnica em Informática será oferecida em 5 unidades da capital e Grande São Paulo
04/10/2019
Alunos de moda revelam criações e essências em evento interativo
04/10/2019
Alunos de tecnologia conhecem os supercomputadores do CPTEC e INPE

Próximos Eventos

Instagram (@senacsaopaulo)