Santana

Programação  •  Serviços  •  Bolsas de Estudo  •  Aprendizagem  •  Notícias  •  Biblioteca  •  Infraestrutura  •  Atendimento Corporativo
Home > Notícias
13/12/2018 17h40min

Exposição Tudo Começa por uma Risadinha revela etapas do bullying

Alunos do programa Aprendizagem do Senac Santana durante exposição que promoveram no Shopping D

Trabalho mostrou como identificar e interromper o ciclo que desencadeia esse tipo de violência

Primeiro começam risos e fofocas, seguidos de piadas e apelidos. Logo as coisas evoluem para agressão física leve e podem chegar a humilhações, ameaças e agressões física e moral fortes.

Essas são as etapas da chamada Curva do Bullying, ato agressivo sistemático praticado contra alguém, por um indivíduo ou um grupo de pessoas.

Conscientizar as pessoas sobre as consequências que isso pode causar na vida das vítimas foi o foco do projeto desenvolvido por uma turma do programa Aprendizagem do Senac Santana.

De setembro a novembro, os aprendizes promoveram diversas ações para chamar a atenção para o tema e mostrar como diagnosticar e criar medidas que impeçam a evolução desse círculo vicioso.

Na primeira atividade, organizaram a exposição Tudo Começa por uma Risadinha. Impactante e reflexiva, a iniciativa foi distribuída pelos andares da unidade para sensibilizar alunos, funcionários e comunidade a identificar e interromper o ciclo que desencadeia o bullying.

Com jogos, recursos audiovisuais, cartazes, caixas de segredos espalhados e visita guiada, foi possível levantar quais necessidades e conhecimentos que o público tinha sobre o assunto.

O trabalho contou com as orientações dos docentes Andressa Santos, Paula Alexandre, Bernardo Lins, Janaina Meireles, Eduardo Lobo, Meire Aguena, Claudio Imamura, Juliane Ccossegian e Marcus Grodzicki e com apoio da equipe da biblioteca da unidade.

Parte dos cartazes da exposição foi produzida pelos alunos Nathalia da Silva e Malcon Herich, da pós-graduação em Design Gráfico do Senac Campinas, que também estudavam o tema. Também houve parceria com alunos de maquiagem para simular, no corpo, agressões físicas que foram fotografadas pelo docente Eduardo. As imagens integraram o acervo da mostra.

Intervenções
Partindo das interações e depoimentos anônimos registradas durante a exposição, os aprendizes decidiram criar medidas para recuperar ou desenvolver a autoestima de alguns visitantes. Para isso, escolheram outras quatro turmas do programa Aprendizagem para aplicar dinâmicas colaborativas e positivas.

Em outra ação, realizada em outubro, a turma foi dividida em cinco grupos para desenvolver intervenções pelos andares da unidade de acordo com as etapas da curva do bullying. Além disso, mostraram nas escadas fotos e frases que as vítimas ouvem.

Na última etapa do projeto, uma versão reduzida da exposição foi montada, em 6 de novembro, no Senac Service Store, do Shopping D. A novidade nessa ação foi acrescentar atendimentos de serviços de bem-estar com o objetivo de proporcionar bons sentimentos e criar expectativas reais de que é possível se recuperar do bullying.

"Me sinto feliz por ter feito os olhos de alguns se abrirem, sensibilizar, impactar e mostrar outros caminhos ou até mesmo ter salvo alguém que estava morrendo por dentro, sofrendo por uma ferida que deixaram nela", conta a aprendiz Michelle Gleice Pereira da Silva.

Ela complementa: "Estou mais feliz ainda por ter feito essa exposição dar certo junto com os meus colegas. Trabalhamos duro e vamos trabalhar ainda mais para que essa risadinha não exista mais".

A docente Andressa destaca que o tema surgiu a partir de uma necessidade da própria turma, que durante os estudos da Formação Cidadã sobre tolerância e diversidade trouxe relatos vividos por eles e as consequências desencadeadas pelo bullying.

"Foi gratificante observar nos olhos de cada um a real preocupação em ajudar outras pessoas que passam ou já passaram por situações parecidas, além de tentar despertar nelas a empatia e a preocupação com o que o outro sente", finaliza Andressa.

Conheça o programa Aprendizagem do Senac São Paulo.

Tags: Senac Santana, arte e cultura, consequências do bullying, cultura de paz, desenvolvimento social, etapas do bullying, formação cidadã, programa Aprendizagem do Senac, projeto


Últimas notícias

10/12/2019
09/12/2019
09/12/2019
06/12/2019
04/12/2019
02/12/2019
29/11/2019
Férias com Leitura: explore o catálogo das bibliotecas do Senac São Paulo
29/11/2019
Conhecimento territorial da periferia foi foco do Webinar Senac
29/11/2019
Rede de bibliotecas do Senac São Paulo amplia seu acervo de e-books
27/11/2019
Centro Universitário Senac - Águas de São Pedro divulga lista de aprovados para o curso de Cozinheiro
21/11/2019
Cinco títulos do Senac recebem nota máxima do MEC
13/11/2019
Cursos Cozinheiro e Garçom têm novas turmas em 2020
12/11/2019
Como a moda pode ser mais diversa em um mercado em transformação?
12/11/2019
Centro Universitário Senac apresenta o Programa de Parcelamento Estudantil
29/10/2019
Centro Universitário Senac - Águas de São Pedro divulga lista de aprovados para a turma de Cozinheiro
29/10/2019
Centro Universitário Senac abre processo seletivo para professores
24/10/2019
Como pais e filhos podem conversar sobre a escolha de uma profissão do futuro?
22/10/2019
Senac Botucatu celebra 70 anos
21/10/2019
Senac São Paulo conquista pela 18ª vez o prêmio Top of Mind de RH
10/10/2019
Aprendizagem Técnica em Informática será oferecida em mais 5 unidades

Próximos Eventos

Instagram (@senacsaopaulo)