Home > Notícias
14/12/2017 15h21min

Laboratório Novas Histórias integra estudantes a roteiristas renomados

Estudantes e profissionais participantes do Laboratório Novas Histórias

Encontros e consultorias marcaram iniciativa que promoveu empatia e aprendizado mútuo entre estudantes e profissionais

Laboratório para roteiristas é um formato de evento bastante interessante para promover a empatia, o aprendizado mútuo e favorecer o desenvolvimento da profissão.

Afinal, nessas ocasiões, os iniciantes na carreira podem apresentar seus projetos cinematográficos para profissionais experientes, que analisam o roteiro e fazem contribuições com objetivo de amadurecer a ideia para seguir até a próxima etapa: as gravações.

O Laboratório Novas Histórias é um bom exemplo disso. Resultado da parceria do Senac Lapa Scipião com o Sesc São Paulo e a Carla Esmeralda Produções, a ação busca estimular a aprendizagem e a troca de experiências entre roteiristas iniciantes e especialistas.

Na edição desse ano, realizada no GRANDE HOTEL CAMPOS DO JORDÃO, hotel-escola Senac; o evento reuniu os autores de dez roteiros selecionados para participar de encontros e consultorias com especialistas renomados da área. Dois alunos da pós-graduação em Roteiro de Ficção Audiovisual do Senac Lapa Scipião também foram escolhidos para acompanhar a ação.

Roteiro de documentário
Daniela Capelato foi uma das consultoras que integraram o laboratório. Ela conduziu uma aula aberta sobre roteiro de documentário e mostrou que esse tipo de produção inicia com um diagnóstico para levantar hipóteses e estratégias narrativas baseadas nas questões que o filme pretende abordar.

“É somente no desenvolvimento da escrita, entendida em suas diferentes etapas, que o projeto adquire verdadeiramente um caráter fílmico”, esclarece.

Nesse sentido, Daniela ressalta que o roteiro de um documentário raramente se concretiza seguindo a ideia inicial, mas, nem por isso, ele deixa de ser determinante e fundamental.  “Reescrito constantemente ao longo da realização do filme, ele contém a priori todo o potencial da obra”, justifica.

Aprendizado mútuo 
Um dos focos do encontro foi, justamente, o processo da escrita do roteiro. Por isso, durante a ação, os roteiristas selecionados receberam consultorias individuais com os especialistas e discutiram os projetos em pauta.

Layla Lima de Carvalho e Paulo Adolpho Leierer Filho, alunos da pós-graduação que participaram como ouvintes, acompanharam a sabatina de assessorias.

Paulo conta que acompanhou o projeto Continente, da Thais Fujinaga, que tinha um roteiro muito bonito, mas bem subjetivo e se apoiava em uma estrutura narrativa não-clássica. “Foi notável a preocupação dos consultores em ouvir a Thais e em ajudá-la a achar caminhos para fazer o filme que ela acredita, ao invés de impor uma visão verticalizada sobre a obra dela”, diz.

Por sua vez, Layla observou a produção do projeto S2 in SP – Antes Que A Noite Acabe, de Leandro Tadashi, e percebeu como as trocas são importantes no processo da escrita. “Os consultores trouxeram sempre pontos muito relevantes, tendo em vista as potencialidades da história e ajudando o roteirista a desenvolvê-las”, relata.

Para eles, a empatia e o aprendizado mútuo foram marcantes na conduta dos consultores em relação aos iniciantes. “Num mundo que cada vez mais ganha contornos de intolerância, estar em um lugar que tem como matéria-prima a troca de pensamentos e ideias é transformador”, afirma Paulo.

Layla complementa: “Aprendi muito sobre empatia. Não só sobre a empatia que temos que ter para criar uma história, para entender os personagens, as experiências de cada um, mas empatia no nosso ofício de roteirista, de compreender o processo criativo do outro, de respeitar o que ele quer dizer e aceitar fazer parte disso do jeito mais construtivo possível”.

Mercado audiovisual
Bons roteiros são fundamentais para que o mercado audiovisual possa crescer no Brasil, por isso é importante continuar esse trabalho de laboratório para o cinema brasileiro, defende Eva Laurenti, professora da pós-graduação que acompanhou os alunos no evento.

Para ela, o roteiro é a espinha dorsal de uma obra audiovisual ou cinematográfica. “Não é possível um filme, uma série, um telefilme, enfim, qualquer produção audiovisual ou cinematográfica ter êxito, partindo de um roteiro mal estruturado”, argumenta.

E fazer bem esse trabalho é parte fundamental para que o projeto conquiste os espectadores. “Ao roteirista cabe a grande arte de contar histórias, suscitando no público emoções, reflexões, fazendo-o mergulhar por um período de tempo naquele universo habitado por personagens com os quais nos identificamos, torcemos, temos pavor, asco, mas que, em suma, fazem bem à nossa existência”, explica Eva.

Ela aproveita para lembrar que o Laboratório Novas Histórias, realizado desde 2011, tem sido berço de longas-metragens importantes e premiados, como o Que Horas Ela Volta?, de Anna Muylaert vírgula e As Duas Irenes, de Fábio Meira, Iana Paro e Gabriella Mancini.

Nesse sentido, Paulo reforça que a participação na iniciativa foi uma oportunidade enriquecedora. “Tivemos a chance de conversar e ouvir profissionais de renome nacional e internacional, muito experientes e com carreiras sólidas. Foi importantíssimo ver que tipo de questão é levantada por gente mais experiente nesse processo e conhecer métodos interessantíssimos para ajudar a resolvê-las”.

Layla também saiu do evento motivada: “Apesar de não participar do laboratório com um roteiro meu, pude aproveitar muitas dicas e ferramentas que os consultores trouxeram, dentro e fora das consultorias, que pretendo levar para todos os meus roteiros. Futuramente, espero voltar ao laboratório com um roteiro meu”, finaliza.

Conheça a pós-graduação em Roteiro de Ficção Audiovisual que o Senac Lapa Scipião oferece.

Notícias relacionadas:
- Unidade Básica: série teve colaboração de aluno de Roteiro de Ficção Audiovisual
- Unidade Básica: série teve colaboração de aluno de Roteiro de Ficção Audiovisual
- Unidade Básica: série teve colaboração de aluno de Roteiro de Ficção Audiovisual


Tags: Laboratório Novas Histórias, Senac Lapa Scipião, pós-graduação, roteiro audiovisual


Últimas notícias

23/01/2020
20/01/2020
13/01/2020
10/01/2020
Senac Catanduva comemora 40 anos de atuação
02/01/2020
Quais são os caminhos para inovar e empreender?
02/01/2020
Senac Presidente Prudente oferece programação com cursos de férias
02/01/2020
Cursos de férias estão com inscrições abertas no Senac São José do Rio Preto
20/12/2019
8 dicas para equilibrar as contas e começar a guardar dinheiro
20/12/2019
Saiba como cuidar da pele e dos cabelos no Verão
20/12/2019
Laboratório Novas Histórias integra roteiristas para discutir produção audiovisual
19/12/2019
Senac São Paulo recebe o prêmio Fornecedores de Confiança 2019
19/12/2019
Alunos e docente do Senac se destacam no Prêmio DuPont 2019
18/12/2019
Centro Universitário Senac abre processo seletivo para professores
17/12/2019
Cursos de férias estão com inscrições abertas no Senac Guaratinguetá
17/12/2019
Centro Universitário Senac e AWS capacitam alunos na área de computação em nuvem
10/12/2019
Aluno e ex-aluno têm 50% de desconto na Editora Senac São Paulo
09/12/2019
Mais de 11 mil alunos passam por oficina de empreendedorismo
04/12/2019
Projeto com minhocário do Senac Guarulhos recebe prêmio em Semana do Conhecimento
02/12/2019
Nutricionista e chef defendem que cozinhar ajuda a ter rotina saudável
29/11/2019
Férias com Leitura: explore o catálogo das bibliotecas do Senac São Paulo

Próximos Eventos

Instagram (@senacsaopaulo)