Home  >  Cursos de Pós-Graduação  >  Direitos Humanos em Empresas e Organizações

Direitos Humanos em Empresas e Organizações

Você se especializará na inclusão de princípios e valores dos Direitos Humanos na cultura e gestão de organizações, conhecendo processos de aprendizagem corporativa e estratégias para o engajamento e a mobilização de públicos internos e externos.

Carga horária: 360 horas

Você poderá atuar na consultoria, articulação, gestão e execução de iniciativas para incorporar os princípios de Direitos Humanos em organizações do setor privado, público e da sociedade civil, integrando e compondo equipes multiprofissionais e multifuncionais.
Pessoas com graduação completa em diversas áreas do conhecimento que atuam ou desejam atuar em espaços como empresas privadas, setor público ou organizações da sociedade civil, e que tenham interesse na incorporação dos valores e princípios dos Direitos Humanos em suas práticas de gestão.

Como algumas aulas não serão presenciais, você precisará usar um celular, tablet ou, preferencialmente, um computador com conexão à internet.

DIREITOS HUMANOS: COMPREENSÃO E CRÍTICA
Desenvolve um olhar crítico sobre os direitos humanos e as teorias que os circundam, discutindo seus fundamentos, efetivação, limites e possibilidades na contemporaneidade, considerando os fundamentos do curso. Aprofunda na temática dos direitos humanos e exercita a compreensão crítica, para que possa atuar de forma mais efetiva na realização desses direitos, interpretando-os de maneira a atualizá-los e ajustá-los a situações particulares, em contextos complexos. Aborda o tema dos direitos humanos, apresentando textos e autores que discutem os fundamentos e limites de possibilidade de efetivação desses direitos. No que diz respeito ao fundamento dos direitos humanos, explora as fronteiras daquilo que definimos como humano, o antropocentrismo e a crítica ao humanismo. Analisa os limites do Estado-Nação, da soberania e da legalidade no contexto de afirmação dos direitos humanos na contemporaneidade. Discute a quem, afinal, os direitos humanos são dirigidos e como podem ser efetivados. Articula possíveis soluções para as críticas apresentadas, buscando alternativas teóricas e práticas a partir dos limites identificados.
SISTEMAS INTERNACIONAIS DE DIREITOS HUMANOS: HISTÓRIA E APLICAÇÃO
Descreve o processo de internacionalização dos direitos humanos e, principalmente, de reconstrução a partir da Segunda Guerra Mundial. Promove a compreensão do sentido do processo de internacionalização dos direitos humanos e a consequente limitação da soberania nacional, acolhendo os indivíduos e organizações como atores no plano internacional, bem como os fundamentos de justiça de transição. Apresenta a aplicação do direito internacional dos direitos humanos nos diversos Sistemas Internacionais de Direitos Humanos, com particular ênfase no Sistema Interamericano, abordando também o processo de incorporação dos direitos humanos no Brasil. Analisa criticamente os limites e potencialidades do Direito Internacional dos Direitos Humanos para efetivação desses direitos. Exercita o desenvolvimento de estratégias de advocacy baseadas no direito internacional dos direitos humanos. Discute a relação dos Direitos Humanos com o desenvolvimento econômico, o comércio e os impactos de crises financeiras e políticas de austeridade.
DIREITOS FUNDAMENTAIS E POLÍTICAS PÚBLICAS
Explica o processo de internalização no ordenamento jurídico brasileiro dos direitos humanos enquanto direitos fundamentais. Discute a elaboração de políticas públicas de direitos humanos em um contexto de redemocratização, analisando os desafios para a efetivação de direitos fundamentais em um contexto neoliberal. Discute o conceito de Poder Público e Políticas Públicas, de maneira abrangente, a fim de incorporar a participação de movimentos sociais e organizações da sociedade civil na elaboração e gestão de políticas públicas. Analisa os Programas Nacionais de Direitos Humanos (I, II, III) e sua efetivação no contexto contemporâneo. Discute a transversalidade dos direitos fundamentais nas políticas públicas e analisa a tradução dos direitos fundamentais em políticas públicas sob o enfoque nacional, regional e local. Fornece elementos para a construção de diagnósticos (quantitativos e qualitativos), gestão e monitoramento de políticas públicas, a partir da perspectiva dos direitos fundamentais.
ESTRUTURAÇÃO DE AÇÕES, PROJETOS E PROGRAMAS EM DIREITOS HUMANOS
Explica os fundamentos para a estruturação de ações, projetos e programas em Direitos Humanos nas diferentes instituições. Discute a relação com o contexto sócio-histórico envolvido na estruturação de ações, projetos e programas em Direitos Humanos e suas implicações éticas. Apresenta técnicas e ferramentas de estruturação de ações, programas e projetos de Direitos Humanos, contemplando a incorporação de Direitos Humanos no relacionamento com públicos de interesse, equipe e voluntariado. Discute técnicas e ferramentas de captação de recursos internos e externos para ações, programas e projetos de Direitos Humanos, aprofundando na relação com doadores e financiadores. Aborda as implicações da teoria da dependência de recursos na estruturação e financiamento de ações, programas e projetos e alternativas para evitar cooptação e esvaziamento da agenda de Direitos Humanos. Explora as noções de advocacy e de litigância estratégica, apresentando as possibilidades de atuação em rede por diferentes instituições para superar barreiras na promoção de Direitos Humanos.
DIVERSIDADE E INCLUSÃO DE GRUPOS VULNERÁVEIS E MINORIAS NAS EMPRESAS, GOVERNOS E ORGANIZAÇÕES
Explora as noções de diversidade e inclusão, discutindo as seguintes temáticas: identidade, pluralidade, reconhecimento e interseccionalidade. Discute socio-historicamente a dimensão estrutural da exclusão de minorias em suas diversas formas, a partir das definições de documentos internacionais, reconhecendo a existência de uma linha abissal20 e de diversas formas de exclusão de minorias, acolhendo diferentes epistemologias (do Norte e do Sul) para a compreensão do mundo. Promove o exercício da autoimplicação e de responsabilidade individual, assim como coletiva e organizacional, em relação à inclusão das minorias. Apresenta elementos para o deslocamento da perspectiva individual para a perspectiva geral, com a finalidade de propiciar uma compreensão mais geral e plural do mundo. Exercita o planejamento de ações organizacionais de inclusão, a partir de uma perspectiva de cidadania, enquanto participação política ativa nas decisões sobre o futuro das organizações e seu modo de operar.
CONEXÃO COM O MERCADO I
Apresenta oportunidades de aproximação e estabelecimento de conexões com o mercado de trabalho por meio de atividades como palestras, oficinas, seminários, aulas magnas, etc. com profissionais da área de abrangência do curso de especialização, visando propiciar o desenvolvimento do autoconhecimento, melhoria do desempenho e alcance de resultados pessoais e profissionais, aborda temáticas como empregabilidade, gestão de carreira, capacitação, competências e inovação e novas tecnologias.
PROJETO EM DIREITOS HUMANOS: CONCEPÇÃO E ESTRUTURAÇÃO
Propõe a estruturação do projeto em direitos humanos, a partir do diagnóstico do contexto socioterritorial e organizacional que justifica sua implantação, considerando as técnicas de pesquisa e metodologias de projetos participativos, discutindo coletivamente os indicadores a eles vinculados, com a finalidade de conceber e estruturar projetos em direitos humanos para empresas e organizações.
DIREITOS HUMANOS E CULTURA ORGANIZACIONAL: ELEMENTOS PARA A ATUAÇÃO EM REDES DE COLABORAÇÃO
Apresenta os fundamentos de cultura organizacional, sociedade em rede, múltiplas agendas e transversalidade dos Direitos Humanos nas empresas, organizações sem fins lucrativos, movimentos sociais, governos e indivíduos. Analisa criticamente a relação entre as múltiplas agendas, suas interfaces com diferentes instituições e pessoas, seus conflitos, fragilidades e fortalezas. Aborda os fundamentos da atuação em rede em Direitos Humanos na cultura organizacional, tanto no plano internacional quanto nacional, em especial com relação aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), para prover ações, programas e projetos organizacionais alinhados aos princípios dos Direitos Humanos. Discute a formação de redes de colaboração, suas composições, estruturas e formas de agir em relação ao contexto político-social, cultural e econômico em que se inserem.
GOVERNANÇA, COMPLIANCE E DIREITOS HUMANOS
Apresenta os marcos normativos e de autocumprimento que incidem sobre ações, programas e projetos de Direitos Humanos nas diferentes instituições. Exercita a construção de diagnóstico sócio-histórico que considere os impactos diretos e indiretos em Direitos Humanos decorrentes de práticas internas das diferentes instituições. Aborda os diferentes impactos de Big Data, Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) e Inteligência Artificial em relação aos Direitos Humanos. Explica diferentes técnicas e metodologias para a realização de mapeamento de riscos, rastreamento (screening), auditorias (due diligence), construção de políticas de conformidade (compliance) e canais de denúncia em Direitos Humanos nas diferentes instituições. Exercita a prática da construção de mecanismos internos de governança para a promoção e o autocumprimento na proteção aos Direitos Humanos, como funções de ouvidoria, ombudsman, adoção de estratégias de mediação interna para solução de conflitos, bem como responsabilidades para monitoramento e reporte do tema.
NEGÓCIOS, STAKEHOLDERS E DIREITOS HUMANOS
Aborda a relação entre negócios, empresas e Direitos Humanos, com apresentação dos marcos normativos que incidem sobre o tema no plano internacional e nacional. Discute o papel dos negócios na proteção dos Direitos Humanos e consequências de violações. Apresenta diferentes possibilidades de interação com os públicos de interesse de ações, programas ou projetos, incluindo modelos de gestão orientados para stakeholders. Descreve os conceitos de responsabilidade socioambiental das empresas relacionados ao chamado setor dois e meio, como negócios sociais, negócios de impacto, negócios regenerativos, negócios inclusivos e empresas, a fim de fornecer os elementos necessários para o posicionamento afirmativo da organização diante das exigências contemporâneas para relação negócios e Direitos Humanos.
GESTÃO DE CRISES, AÇÕES, PROJETOS E PROGRAMAS EM DIREITOS HUMANOS
Aborda os fundamentos para a gestão de crises e de ações, projetos e programas em Direitos Humanos nas diferentes instituições, aprofundando na investigação da origem dos problemas e adotando medidas de mudanças organizacionais. Descreve os impactos causados por crises emblemáticas, discutindo alternativas para a mitigar, remediar e superar violações em Direitos Humanos. Apresenta as técnicas e ferramentas de gestão de crises, ações, projetos e programas, considerando desenhos de governança interna e atuação em rede com diversas instituições, lançando um olhar atento aos impactos em temas de Direitos Humanos. Exercita o desenvolvimento de estratégias de inclusão de minorias e participação de diferentes stakeholders para consolidar a gestão de ações, projetos e programas nas diferentes instituições.
SISTEMAS DE CERTIFICAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS
Apresenta os sistemas de certificação, selos, indicadores e ferramentas de mensuração e de reporte relacionadas a temas de Direitos Humanos. Discute as tendências de regulação e práticas sobre sistemas de certificação que abordem temas de Direitos Humanos. Desenvolve a habilidade de gerenciar sistemas de certificação em Direitos Humanos e de identificar as necessidades de modificações nas práticas individuais e organizacionais para aprimoramento dos sistemas de gestão de ações, programas e projetos.
CONEXÃO COM O MERCADO II
Apresenta oportunidades de aproximação e estabelecimento de conexões com o mercado de trabalho por meio de atividades como palestras, oficinas, seminários, aulas magnas, etc. com profissionais da área de abrangência do curso de especialização, visando propiciar o desenvolvimento do autoconhecimento, melhoria do desempenho e alcance de resultados pessoais e profissionais, aborda temáticas como empregabilidade, gestão de carreira, capacitação, competências e inovação e novas tecnologias.
PROJETO DE MODELAGEM DE GESTÃO EM DIREITOS HUMANOS
Propõe o desenvolvimento de um projeto sobre modelo de gestão em direitos humanos, considerando os diferentes processos e o contexto, a gestão participativa, decisões compartilhadas, configuração de projetos coletivos, bem como a consequente comunicação de resultados; a identificação das partes interessadas; a avaliação dos indicadores selecionados de acordo com a exigência de sistemas de certificação, selos, indicadores e ferramentas de mensuração e de reporte relacionadas, além de estratégias de execução e princípios de gestão compatíveis.
 
   TOTAL

 
   TOTAL
Você participará de aulas e projetos práticos e dinâmicos, conectados às inovações e aos desafios do campo profissional.

Para que tenha mais comodidade, até 40% das atividades realizadas serão não presenciais, sempre com espaço para trocar experiências e ampliar sua rede de contatos.

A nossa pós não tem Trabalho de Conclusão de Curso. Mas, se quiser fazer seu TCC, é possível adquirir uma disciplina complementar para viver essa experiência.

Tudo isso para você evoluir na carreira, mas sem perder a flexibilidade na sua rotina.
Pós-graduação lato sensu - Especialização em Direitos Humanos em Empresas e Organizações. O certificado será expedido pelo Centro Universitário Senac.
Inscrições abertas de:  4 de outubro de 2021 a 3 de março de 2022.

Veja as etapas do processo de ingresso de pós-graduação
- Diploma de graduação, devidamente registrado nos termos das normas estabelecidas pelo Ministério da Educação (MEC);
- Documento de Identificação Civil;
- Cadastro de Pessoa Física (CPF);
- Foto 3x4 recente.

Acesse a área exclusiva do Portal Senac, clique em formulário de solicitações e selecione o item matrícula para envio de cópias digitalizadas e legíveis dos documentos em formato PDF ou JPG.

Para mais informações, acesse o edital disponível no item como me matricular da página da pós-graduação - www.sp.senac.br/posgraduacao/.

Selecione a unidade de seu interesse e faça a inscrição on-line

Não achou o que procurava? Registre seu interesse para ser informado sobre novas turmas.
 

Outras informações sobre este curso



Botão Whatsapp
Fale com a gente
pelo Whatsapp