Home  >  Cursos de Pós-Graduação  >  Farmacologia Clínica e Farmacoterapia

Farmacologia Clínica e Farmacoterapia

Especializar profissionais da área da saúde, aprimorando seus conhecimentos farmacológicos e relacionando-os às atividades clínicas, a fim de possibilitar sua participação em equipes multiprofissionais nas atividades de avaliação, prescrição, dispensação e administração de medicamentos e acompanhamento do paciente. Objetiva ainda capacitar o aluno a elaborar e analisar protocolos clínicos no âmbito dos serviços de saúde, estimular a prática da farmacovigilância, farmacoeconomia e farmacoepidemiologia, visando à segurança e à eficácia do tratamento ao menor custo possível, contribuindo para o Uso Racional dos Medicamentos (URM).

Carga horária: 366 horas

Atuação no mercado de trabalho
O profissional formado no curso de especialização em Farmacologia Clínica e Farmacoterapia estará apto a atuar em variados segmentos dentro da área da saúde, como serviços de saúde públicos ou privados (hospitais, Unidades Básicas de Saúde (UBS), centros de diagnóstico); farmácias e drogarias, centros de pesquisa, indústria farmacêutica, setores de pesquisa e desenvolvimento, departamentos de assistência e/ou atenção farmacêutica, instituições de ensino.

Panorama de mercado
O uso indiscriminado de medicamentos associado a eventos como a automedicação, reações adversas e interações medicamentosas, demonstrou que havia a necessidade de incrementar e ampliar os conhecimentos acerca dos mesmos. A Farmacologia Clínica apresenta-se como uma ciência em que os conhecimentos fisiopatológicos se associam aos conhecimentos básicos de Farmacologia, permitindo avaliação crítica do uso dos fármacos na clínica médica e odontológica. A farmacologia vive em constante modificação, seja pelo desenvolvimento de novos fármacos ou por descobertas de novas propriedades de antigos fármacos. É uma área de conhecimento que tem como proposição aprimorar o emprego da farmacoterapia, por meio da avaliação dos princípios farmacocinéticos e farmacodinâmicos, evitando os efeitos adversos resultantes das interações medicamentosas, participando da escolha do fármaco adequado para cada paciente e favorecendo, com o Uso Racional dos Medicamentos (URM), a adesão ao tratamento. Assim, o campo de atuação do farmacologista clínico é amplo.
Portadores de diploma de graduação em cursos da área da saúde.
Obs.: Não são aceitos certificados de cursos sequenciais.

Este curso destina-se a graduados na área de saúde que tenham cursado componentes curriculares relativos à disciplina de Farmacologia.
FARMACOCINÉTICA CLÍNICA
Apresenta e discute os parâmetros farmacocinéticos, demonstrando a relação entre a dose e efeito, com a finalidade de compreender a resposta fisiológica e o impacto da farmacoterapia.
SEMIOLOGIA E PROPEDÊUTICA E FISIOPATOLOGIA CLÍNICA
Propõe o reconhecimento dos sinais e sintomas relacionados ao processo doença e evidencia os principais fenômenos fisiopatológicos, correlacionando-os aos esquemas terapêuticos utilizados, visando a importância do diagnóstico clínico.
FARMACOLOGIA E FARMACOTERAPIA DO SISTEMA NERVOSO
Identifica os processos fisiopatológicos, suas etiologias e demais condições clínicas referentes ao sistema nervoso e os correlacionam às classes farmacológicas correspondentes, com a finalidade de orientar quanto a farmacoterapia adotada.
FARMACOLOGIA E FARMACOTERAPIA DO SISTEMA CARDIOVASCULAR
Identifica os processos fisiopatológicos, suas etiologias e demais condições clínicas referentes ao sistema cardiovascular e os correlacionam às classes farmacológicas correspondentes, com a finalidade de orientar quanto a farmacoterapia adotada.
FARMACOLOGIA E FARMACOTERAPIA DO SISTEMA RESPIRATÓRIO
Identifica os processos fisiopatológicos, suas etiologias e demais condições clínicas referentes ao sistema respiratório e os correlacionam às classes farmacológicas correspondentes, com a finalidade de orientar quanto a farmacoterapia adotada.
FARMACOLOGIA E FARMACOTERAPIA DO SISTEMA ENDOCRINOLÓGICO
Identifica os processos fisiopatológicos, suas etiologias e demais condições clínicas referentes ao sistema endocrinológico e os correlacionam às classes farmacológicas correspondentes, com a finalidade de orientar quanto a farmacoterapia adotada.
FARMACOLOGIA E FARMACOTERAPIA DOS SISTEMAS GASTRINTESTINAL E HEPÁTICO
Identifica os processos fisiopatológicos, suas etiologias e demais condições clínicas referentes aos sistemas gastrintestinal e hepático e os correlacionam às classes farmacológicas correspondentes, com a finalidade de orientar quanto a farmacoterapia adotada.
FARMACOLOGIA E FARMACOTERAPIA DOS ANTIMICROBIANOS E ANTINEOPLÁSICOS
Identifica os processos infecciosos e tumorais, suas etiologias e demais condições clínicas e os correlacionam às classes farmacológicas correspondentes, com a finalidade de orientar quanto a farmacoterapia adotada.
SITUAÇÕES ESPECIAIS EM FARMACOLOGIA CLÍNICA
Identifica situações da terapêutica, que necessitem de manejo diferenciado para a farmacoterapia - gestantes, idosos, lactentes, nefropatas, hepatopatas e demais condições especiais -, com a finalidade de orientar quanto à necessidade de adequação do tratamento medicamentoso.
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO I: INTRODUÇÃO E PESQUISA
Propõe a elaboração da primeira etapa do TCC, considerando os fundamentos epistemológicos e operacionais da pesquisa científica, enfatizando as alternativas metodológicas para o seu planejamento.
BOAS PRÁTICAS DE PRESCRIÇÃO E COMUNICAÇÃO INTERPESSOAL
Aborda os principais componentes de uma prescrição medicamentosa, considerando os aspectos éticos, técnicos e legais e sua importância para o cumprimento da terapêutica. Identifica os elementos de comunicação interpessoal necessários na relação com o paciente e demais profissionais, tais como técnicas de abordagem e postura ética, para a qualidade no atendimento.
BIOÉTICA E LEGISLAÇÃO
Fundamenta e discute as questões bioéticas e de legislação que norteiam as atividades desenvolvidas na área da saúde, contribuindo para o aprimoramento profissional e pessoal.
CIÊNCIAS APLICADAS À FARMACOLOGIA CLÍNICA
Aborda a farmacoeconomia, farmacovigilância, farmacoepidemiologia, farmacogenômica, considerando-as como áreas do conhecimento integradas a farmacologia clínica, com papel fundamental para o uso racional de medicamentos.
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO II: DESENVOLVIMENTO E CONCLUSÃO
Propõe a elaboração da segunda etapa do TCC, considerando as práticas fundamentadas na metodologia científica para o planejamento, implantação, avaliação, interpretação e redação de trabalhos científicos, para a finalização do TCC.
 
   TOTAL
Proposta metodológica:
O processo de ensino e aprendizagem está fundamentado na autonomia e participação ativa do aluno, que passa por situações reais de trabalho por meio de simulações de atividades do cotidiano profissional, estudos de casos, debates, pesquisas, elaboração de textos, apresentação de seminários, exposição dialogada dos docentes com os alunos, visando ao aprofundamento, atualização e fortalecimento dos conteúdos estudados e construídos no decorrer do curso.
Trabalho de Conclusão de Curso:
Elaboração de trabalho de conclusão, aplicando-se os conhecimentos construídos ao longo do curso.
Pós-graduação (lato sensu) - Especialista em Farmacologia Clínica e Farmacoterapia. O certificado será expedido pelo Centro Universitário Senac após a conclusão do curso.

Veja as etapas do processo de ingresso de pós-graduação

Selecione a unidade de seu interesse e faça a inscrição on-line

Não achou o que procurava? Registre seu interesse para ser informado sobre novas turmas.
 

Outras informações sobre este curso

Pela parceria estabelecida com o Conselho Regional de Farmácia do Estado de São Paulo (CRF-SP), visando agregar valor educacional aos envolvidos, o Senac oferta este curso de pós-graduação com desconto diferenciado de 25%, não cumulativo, aos farmacêuticos regularmente inscritos no CRF-SP e funcionários desse conselho.