Cursos Livres

Mediação de Conflitos

Mediar conflitos no contexto da intervenção das relações interpessoais e sociais.

Carga horária: 40 horas

Pré-requisito
Idade mínima: 16 anos
Escolaridade mínima: cursando ensino médio

Mercado de Trabalho

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) podemos definir violência como: O uso intencional de força física ou do poder, real ou em ameaça, contra si próprio, contra outra pessoa, ou contra um grupo ou uma comunidade, que resulte ou tenha grande probabilidade de resultar em lesão, morte, dano psicológico, deficiência de desenvolvimento ou privação. Pode ser física, psicológica ou moral.

Geralmente, violência e conflito são entendidos como a mesma coisa, mas existem diferenças importantes entre esses dois conceitos. A violência tem a ver com o modo como se responde a uma determinada situação, na qual prejudicamos e anulamos outra pessoa ou somos prejudicados e anulados por outra pessoa. A violência não faz parte da natureza humana, mas é aprendida dentro de uma cultura violenta. Quando pessoas, grupos ou nações apelam para a violência para acabar com seus conflitos, elas não estão resolvendo nada. Muitas vezes, os conflitos apenas pioram.

Já os conflitos nem sempre significam intolerância ou desentendimento. Eles existem quando duas ou mais pessoas entram em desacordo, porque suas opiniões, desejos, valores e/ou necessidades são incompatíveis.

Os conflitos devem ser entendidos como parte da vida; o problema, em geral, reside na forma como eles são enfrentados ou resolvidos. Geralmente as pessoas assumem três tipos de atitudes frente a um conflito e a maneira de lidar com ele: ignoram, respondem de forma violenta ou optam por lidar de formas não violentas, por meio do diálogo.
A instalação de sistemas alternativos de resolução de conflitos é recomendada inclusive pela Organização das Nações Unidas. Com efeito, o Conselho Econômico e Social das Nações Unidas (ECOSOC), em sua resolução 1999/26, de 28 de julho de 1999, recomendou que os Estados considerassem, nos seus sistemas de Justiça, o desenvolvimento de procedimentos alternativos ao processo judicial tradicional e a formulação de políticas de Mediação e de Justiça Restaurativa.

A mediação se faz necessária nesta e em outras situações, inclusive como práticas informais espontâneas na medida em que podem ter um efeito transformador em vários espaços tais como: escolas, empresas, comunidades, etc.

Público-alvo

Para atores sociais que têm como foco de seu trabalho intervenções às pessoas e suas relações, sejam eles: professores, educadores, psicólogos, assistentes sociais, operadores do direito, administradores, etc.

Método

Os cursos e programas de formação inicial e continuada devem contribuir para a constituição de competências requeridas pelos itinerários formativos que possibilitem ao aluno, traçar o caminho da sua formação e do seu desenvolvimento profissional.

Considerando que ... as competências serão formadas pela prática...,[2] devem ser previstas situações ativas de aprendizagem, pautadas pelo mundo do trabalho, por meio das quais o conteúdo, visto como insumo, seja trabalhado de forma contextualizada e significativa. Tais situações devem considerar a mobilização e a articulação dos saberes, de modo que se traduzam em ações relacionadas com a(s) competência(s) expressa(s) neste Plano de Curso, fomentando o desenvolvimento das marcas formativas Senac.


Programa

Ampliar a compreensão sobre o que é conflito e desenvolver capacidades inerentes à sua resolução ou transformação por meio da mediação que supõe uma cultura de comunicação, com a finalidade de restabelecer a relação, reduzir a hostilidade e propiciar propostas e soluções que promovam processos de respeito mútuo.

Certificação

O Senac confere certificado de conclusão do curso aos alunos aprovados.

Documentos para Matrícula

Documento de Identidade (RG) (apresentação do original).
CPF ou documento que possua a numeração do CPF (apresentação do original).


Matrículas abertas! Clique na unidade de seu interesse para conhecer valores, datas e horários.

O Senac reserva-se o direito de alterar o número de vagas, datas, horários ou cancelar o programa.

Quer ser informado sobre novas turmas? Selecione a unidade e registre seu interesse.