Home > Notícias
17/04/2018 13h53min

Leitura e internet potencializam aprendizado de alunos do Técnico em Administração

Aluno Marcio lê o livro Nunca Desista de seus Sonhos, de Augusto Cury, sentado na biblioteca da unidade

Incentivo da equipe do Senac despertou interesse de Marcio pelos livros

Um sonho antigo, a oportunidade de se especializar, recomendação de um amigo, exigência da empresa ou mesmo curiosidade: estes são alguns dos motivos que levam muitas pessoas a procurar um curso profissionalizante.

Entretanto, alguns hábitos pessoais podem se tornar obstáculos durante essa formação, dificultando o aproveitamento completo do conteúdo estudado.

É o caso, por exemplo, de Marcio Vinicius Reis de Oliveira e Oseias Santos Silva, alunos do Técnico em Administração do Senac Tatuapé, com históricos de desinteresse pela leitura e pela tecnologia, respectivamente. Eles relataram alguns empecilhos que encontraram por conta disso e como o apoio de profissionais do Senac foi essencial para mudar essa história.

Ler é necessário?
Falta de tempo, não gostar de ler ou não ter paciência para ler. Esses foram os três principais motivos apontados pelos brasileiros para o desinteresse pelos livros em uma pesquisa do Instituto Pró-Livro realizada, em 2016. Segundo o estudo, 44% da população brasileira não lê e 30% nunca comprou um livro.

No caso do aluno Marcio, o motivo foi outro, mas não menos preocupante – a falta de incentivo à leitura. “Nunca foi uma realidade nem para mim nem para pessoas próximas. Seja na escola ou em casa”, conta.

Mas, na vida profissional, Marcio começou a sentir o peso disso. Ao trabalhar como vendedor e ter proximidade com a área administrativa, iniciou o curso técnico no Senac e percebeu que a falta de contato com a literatura gerou dificuldades para se expressar e para ser criativo.

“Me sentia desconfortável ao falar em público e me expressar com maior clareza, pois não tinha confiança no que eu ia dizer. Comecei a me isolar um pouco da turma”, relatou.

O docente Fabiano Viana, ao abordar o tema Linguagem Empresarial nas aulas, notou o dilema do aluno e para reverter isto, sugeriu que Marcio desse mais uma chance à leitura.

A primeira recomendação foi que procurasse temas próximos da sua realidade, como o próprio curso de administração. Assim, Marcio chegou até o best seller O Monge e o Executivo, de James C. Hunter, e também ao clássico livro A Arte da Guerra, de Sun Tzu.

As duas obras surtiram efeito positivo em Marcio, que foi conquistado pelo conteúdo dinâmico e reflexivo e logo procurou títulos e autores semelhantes.

Mesmo assim, Marcio ainda sentia dificuldades em permanecer totalmente concentrado e imerso na leitura e se distraía a qualquer ruído. Incentivado pelo docente Wilson de Siqueira Santos, decidiu procurar maneiras de driblar as distrações e chegou a uma opção interessante: a música clássica. “As músicas de alguns compositores reverberam um estado de relaxamento e permite maior concentração para certas tarefas e torna-se excelente aliada”, diz o docente.

Universo digital
A falta de incentivo também afastou o acesso do aluno Ozeias ao universo digital, tão presente (e necessário) nos dias de hoje, principalmente para o mercado de trabalho.

Essa realidade não é exclusiva do aluno. A The Economist Inteligence Unit, em parceria com o Facebook, mostra que o Brasil está entre os dez países do mundo com maior número de população desconectada, com cerca de 70 milhões de pessoas sem acesso à internet.

Ozeias não tinha acesso algum à tecnologia digital, procurou outras maneiras de seguir uma profissão e começou a trabalhar em uma serralheria. “Até que me virava bem sem computador. Até tenho um celular, mas só usava as funções de ligar e receber chamadas”, diz.

Depois, buscando incentivado pelo gerente da nova empresa, iniciou o curso técnico no Senac. Logo no início, encontrou as primeiras complicações por não conhecer informática.

Durante encontro da turma, a supervisora educacional do Senac Tatuapé, Elza Nohara Carvajal, notou essas dificuldades e o levou a um rápido tutorial nos computadores da biblioteca. “Senti o pesar dele em não conhecer as funções básicas do computador”, lembra Elza.

Semelhante a Marcio, este desconhecimento gerava uma atitude retraída e tímida de Ozeias, que sentia vergonha de se expressar ou mesmo pedir ajuda para alguns trabalhos. “Com o auxílio do Wilson, realizamos um acompanhamento próximo de Ozeias. Mostramos algumas opções para ele conseguir assimilar o máximo de conteúdo digital para prosseguir e aproveitar o curso da melhor forma possível”, comenta Elza.

Além disso, Ozeias contou com a ajuda dos próprios companheiros de turma, que o auxiliavam sempre que possível. Inspirado com o incentivo, Ozeias comprou um notebook e procurou novas ferramentas para ampliar seu conhecimento, como tutoriais e vídeo aulas na internet.

Transformações e resultados
A supervisora Elza relata que é vital que a formação do aluno vá além do curso escolhido e que tenha também um amparo para exercer seu papel na sociedade e no mercado de trabalho. “Por isto buscamos acompanhar de perto casos como destes alunos para que isso não os desmotive quanto ao curso, mas justamente aconteça o inverso e que esse desafio, como qualquer outro que virá, seja encarado, pois sempre haverá opções”, reforça.

No caso desses alunos, encarar os desafios já rendeu alguns frutos. Ozeias conseguiu uma promoção na empresa e agora faz o controle e separação das mercadorias da empresa pelo computador. “Mesmo que o manuseio seja de funções básicas, trata-se de um grande avanço pessoal. Jamais teria essa condição há meses atrás”, pondera.

Já Marcio foi contratado pelo casal Djalma e Jeyce, também alunos do curso técnico, que notaram seu desenvolvimento e potencial, muito devido a essa confiança adquirida: “Era uma pessoa tímida e comecei a conversar mais, me aproximar dos meus colegas de sala. Eles notaram o meu esforço para crescer e me convidaram a me juntar à equipe”, conta.

Marcio também costuma trocar sugestões de livros e incentivar amigos ao hábito da leitura. “Algo que ficou muito marcado em mim é uma passagem do Mario Sergio Cortella que diz o seguinte: ‘Há um ditado chinês que diz que, se dois homens vêm andando por uma estrada, cada um carregando um pão, ao se encontrarem, eles trocam os pães; cada um vai embora com um. Porém, se dois homens vêm andando por uma estrada, cada um carregando uma ideia e, ao se encontrarem, trocam as ideias; cada um vai embora com duas’. Quem sabe, é esse mesmo o sentido do nosso fazer: repartir ideias, para todos terem pão”, conclui.

Conheça o curso Técnico em Administração que o Senac Tatuapé oferece.

Notícias relacionadas:
- Turmas de cursos livres de TI vivenciam mercado de trabalho em projetos práticos
- Turmas de cursos livres de TI vivenciam mercado de trabalho em projetos práticos
- Turmas de cursos livres de TI vivenciam mercado de trabalho em projetos práticos
- Restauração de fotos conecta idosos a antigas lembranças
- Restauração de fotos conecta idosos a antigas lembranças
- Restauração de fotos conecta idosos a antigas lembranças
- Restauração de fotos conecta idosos a antigas lembranças
- Restauração de fotos conecta idosos a antigas lembranças
- Porto de Santos e Aeroporto de Guarulhos revelam processos logísticos a alunos
- Porto de Santos e Aeroporto de Guarulhos revelam processos logísticos a alunos


Tags: Senac Tatuapé, Técnico em Administração, acesso à internet, importância do hábito de leitura, metodologia de aprendizagem


Últimas notícias

24/01/2020
20/01/2020
13/01/2020
Aprendizagem Técnica em Informática é oferecida em 9 unidades
10/01/2020
Senac Catanduva comemora 40 anos de atuação
02/01/2020
Quais são os caminhos para inovar e empreender?
02/01/2020
Senac Presidente Prudente oferece programação com cursos de férias
02/01/2020
Cursos de férias estão com inscrições abertas no Senac São José do Rio Preto
20/12/2019
8 dicas para equilibrar as contas e começar a guardar dinheiro
20/12/2019
Saiba como cuidar da pele e dos cabelos no Verão
20/12/2019
Laboratório Novas Histórias integra roteiristas para discutir produção audiovisual
19/12/2019
Senac São Paulo recebe o prêmio Fornecedores de Confiança 2019
19/12/2019
Alunos e docente do Senac se destacam no Prêmio DuPont 2019
18/12/2019
Centro Universitário Senac abre processo seletivo para professores
17/12/2019
Cursos de férias estão com inscrições abertas no Senac Guaratinguetá
17/12/2019
Centro Universitário Senac e AWS capacitam alunos na área de computação em nuvem
10/12/2019
Aluno e ex-aluno têm 50% de desconto na Editora Senac São Paulo
09/12/2019
Mais de 11 mil alunos passam por oficina de empreendedorismo
04/12/2019
Projeto com minhocário do Senac Guarulhos recebe prêmio em Semana do Conhecimento
02/12/2019
Nutricionista e chef defendem que cozinhar ajuda a ter rotina saudável
29/11/2019
Férias com Leitura: explore o catálogo das bibliotecas do Senac São Paulo

Próximos Eventos

Instagram (@senacsaopaulo)