Home > Notícias
29/11/2017 17h30min

Futuros educadores sociais vivenciam profissão em comunidades locais

Alunos sorriem reunidos na Casa do Zezinho

Alunos do Senac Largo Treze conheceram o cotidiano da instituição Casa do Zezinho

Dar suporte a comunidades que buscam melhorias em seu cotidiano e apoio a pessoas em diferentes situações de vulnerabilidade, como dependentes químicos e vítimas de violência, exclusão social, exploração física e psicológica. Esse é o papel do educador social, que atua como um facilitador do acesso a informações que garantam a qualidade de vida e direitos previstos na constituição para esses cidadãos.

A profissão, cuja regulamentação foi aprovada recentemente pela Câmara dos Deputados, permite uma atuação em diferentes espaços, como organizações públicas, privadas e do terceiro setor, assim como diretamente em grupos e territórios da sociedade. 

As atividades também são variadas. Geralmente, o educador social integra equipes multiprofissionais, compostas por psicólogos, assistentes sociais, pedagogos, participando de visitas domiciliares e realizando orientações e relatórios sociais. Além disso, o profissional ainda verifica as necessidades do público atendido para auxiliar a equipe técnica a realizar os encaminhamentos necessários aos serviços públicos disponíveis para cada caso, conhecido como rede de proteção social.

Parte dessas ações foi observada por alunos do curso Educador Social do Senac Largo Treze, que visitaram a instituição Casa do Zezinho, na zona sul da capital paulista, para conhecer de perto a dinâmica de uma organização social e dos profissionais que atuam nesse espaço.

Localizada no bairro Capão Redondo, a ONG tem como objetivo criar oportunidades para o desenvolvimento de crianças e jovens que vivem em situação de alta vulnerabilidade social. Para isso, utilizam a Pedagogia do Arco-Íris, elaborada há mais de 20 anos pela própria instituição para estimular as potencialidades desse grupo.

Para a docente Maria Dilma de Lima Martins, a visita possibilitou aos estudantes reforçarem a importância de alguns dos principais elementos da profissão, como ética, imparcialidade, comprometimento, conhecimento da rede de proteção e domínio da legislação e políticas públicas, assim como entendimento do cenário econômico, político e social dos cidadãos atendidos.

"A ação foi enriquecedora, pois percebi o valor do educador social nesse contexto. Todas as atividades desenvolvidas no local contribuem para uma nova visão daqueles jovens, já que existe um grande vínculo e muito amor com a equipe, ingredientes fundamentais para o desenvolvimento humano", afirma o aluno Lucas Macedo.

Resgate da infância 
A turma de futuros educadores sociais do Senac Taboão da Serra também realizou, recentemente, uma atividade para vivenciar na prática os conceitos aprendidos em sala de aula.

Para isso, os alunos promoveram uma ação recreativa no Parque das Hortênsias Armando Andrade, que reuniu cerca de 100 pessoas, entre crianças, jovens e adultos. O encontro foi marcado por atividades lúdicas, como jogos e brincadeiras, além de pintura facial e doação de livros. 

Contação de histórias, roda de leitura, pintura de desenhos com giz de cera, bolinha de sabão e oficina de brinquedos recicláveis integraram a programação desenvolvida pelos estudantes, que teve como foco favorecer a criatividade e coordenação motora das crianças, além do bem-estar, interação e trabalho em equipe.

O projeto Ação no Parque ainda teve como objetivo resgatar a essência da infância com brincadeiras coletivas que estimulam as relações humanas, o aprendizado em conjunto, o fortalecimento da cidadania com a utilização dos espaços públicos, respeito e diversidade. 

Outra importante mensagem da atividade foi a conscientização contra o consumo excessivo de brinquedos tecnológicos, refletindo sobre a necessidade de retomar os valores das relações humanas para subsidiar a mudança social por meio da educação.

"Compreender toda teoria aplicada em sala de aula participando de uma ação real me trouxe a clareza de que podemos ser agentes de transformação", diz a aluna Márcia Cristina Silva.

Conheça os cursos com inscrições abertas no Senac Largo Treze e Taboão da Serra.

Notícias relacionadas:
- Alunos criam plataformas digitais para conectar comunidade local
- Alunos criam plataformas digitais para conectar comunidade local
- Alunos criam plataformas digitais para conectar comunidade local
- Projeto de alunos dá início à horta comunitária no Senac Taboão da Serra
- Projeto de alunos dá início à horta comunitária no Senac Taboão da Serra
- Projeto de alunos dá início à horta comunitária no Senac Taboão da Serra


Tags: Senac Largo Treze, Senac São Paulo, Senac Taboão da Serra, desenvolvimento social, educador social, políticas públicas, rede de proteção social


Últimas notícias

10/05/2019
10/05/2019
08/05/2019
Bombeiro compartilha experiência na operação de salvamento em Brumadinho
06/05/2019
Turma organiza evento gastronômico para praticar versatilidade de formatos
06/05/2019
Pós-graduação: Processo de Ingresso - 2º semestre 2019 está com inscrições abertas
03/05/2019
Festival organizado por alunos integra moda e arte
03/05/2019
7 dicas para manter a empresa segura no ambiente digital
03/05/2019
Turma de enfermagem acompanha procedimentos em centro cirúrgico
03/05/2019
Exposição promove reflexão sobre a beleza do envelhecimento
03/05/2019
Alunos aprofundam teorias da administração em projetos sustentáveis
02/05/2019
Com mão na massa, turmas refletem sobre logística e produção alimentícia
02/05/2019
Senac oferta cursos de cuidador de idosos em parceria com a Central Nacional Unimed
02/05/2019
Senac está com inscrições abertas para cursos de pós-graduação a distância
02/05/2019
Centro Universitário Senac abre processo seletivo para professores
26/04/2019
Alunos de logística percorrem bastidores de indústria de capacetes
23/04/2019
Senac Francisco Matarazzo completa 40 anos de história
17/04/2019
Turma de fotografia expõe registros e retratos da cidade de São Paulo
17/04/2019
Aprendizes realizam ações com foco no mercado de trabalho
17/04/2019
Alunos de confeitaria apresentam receitas das cinco regiões brasileiras
16/04/2019
Barba, cabelo e bigode: alunas vivenciam profissão em nicho em expansão

Próximos Eventos

Instagram (@senacsaopaulo)