Home > Notícias
11/11/2016 12h48min

Dia do Idoso: data é marcada com muito aprendizado

Alunos preparam oficina sobre o uso do smartphone e do aplicativo de comunicação instantânea - o Whatsapp.

Duas alunas ensinam idosa a usar o celular

Idosos aprendem a usar todos os recursos do Whatsapp

Pesquisa realizada, neste ano, pela Mobile Ecosystem Forum (MEF) apontou que o Brasil é o segundo país que mais usa o WhatsApp. A África do Sul é o primeiro da lista em número de usuários desse aplicativo. 

E, engana-se quem pensa que apenas jovens são adeptos a essa ferramenta. Idosos são um público que se interessa, busca ajuda e se comunica pelo WhatsApp, mas, muitas vezes, desconhecem recursos ou têm dificuldades na utilização, por conta do smartphone que possui.

Para tornar os idosos mais independentes ao comunicar-se pelo celular, a turma do curso Cuidador de Idoso, do Senac Penha, preparou a oficina Como Usar o WhatsApp, em comemoração do Dia do Idoso (1º de outubro). Esse aplicativo é recurso capaz de reduzir distâncias com pessoas com quem os idosos querem manter contato, já que há familiares e amigos vivendo em outras cidades ou países.

Durante a atividade, os idosos puderam a aprender e esclarecer dúvidas sobre o uso do comunicador instantâneo. A intenção da oficina, segundo a docente Karen Elise, foi dar oportunidade aos alunos de explorarem recursos do dia a dia para potencializar e otimizar tais recursos para a qualidade de vida. “Muitos idosos acabam se afastando dos familiares e amigos por conta da correria que os próprios familiares relatam de não conseguirem passar na casa dos pais para visitá-los ou por falta de tempo ou pela distância”.

No curso, explica a docente, trabalha-se a questão de como fortalecer a rede de suporte social do idoso (familiares e amigos) e o uso da tecnologia, por ser barata e acessível, pode ajudar.  “É interessante perceber que, muitas vezes, temos recursos tão óbvios ao nosso dispor e não reconhecemos. Oferecer essa oficina foi gratificante. Este é um imenso passo para imaginarmos como cuidar do idoso moderno, que possuem demandas diferentes e que acompanham a evolução da sociedade. Isso, sem dúvidas, reforça e promove a dignidade do idoso”.

A docente conta que é com este perfil que os alunos, quando estiverem no mercado, vão se deparar, muitas vezes. “Não importa o nível de dependência do idoso, até mesmo um acamado ou hospitalizado pode utilizar alguns recursos do próprio aplicativo. A família pode enviar áudios, vídeos e imagens, ajudando a todos (idoso, familiar e cuidador). A preservação desses laços importantes é que contribuem de maneira significativa para a evolução do quadro de saúde”, afirma Karen.

Para que todos pudessem resgatar algum item aprendido na oficina, caso esqueçam, os alunos produziram um manual e entregaram para cada idoso durante a atividade.  “O objetivo desse curso é preparar o profissional para amparar a pessoa idosa sem necessidade de cuidados e prestar cuidados à pessoa idosa com necessidades especiais em suas rotinas. Portanto, o tipo de auxílio pode ir desde as formas de comunicação, que fazem parte do mundo atualmente, até um cuidado mais padronizado, voltado para a saúde do idoso”, acrescenta a docente.

Essa ação vem ao encontro da prática que as estudantes vivenciarão profissionalmente, já que a turma desse curso aprende a realizar estímulos cognitivos em idosos - com a preocupação holística sobre o processo. 

Conceitos aplicados
Acessibilidade  - configuração do celular para letras maiores, formatação da cartilha com imagens e letras acessíveis.

Ergonomia  - os alunos selecionaram alongamentos específicos para evitar incômodos articulares e melhor desempenho e agilidade durante o uso do celular: alongamento dos membros superiores.

Gerontagogia - similar à pedagogia, a gerontagogia se debruça na área de ensino aos idosos, considerando as alterações fisiológicas e neuroquímicas que influenciam o processo de ensino-aprendizagem desse público. 

Aprendizado garantido
“Ensinar algo a idosos não é tão simples quanto parece. Requer habilidades da gerontagogia (é preciso entender alterações fisiológicas e neuroquímicas que diferenciam o ensino para as demais idades, utiliza-se recursos e linguagens diferentes para atingir tais objetivos). Sempre considerando que a disparidade do nível funcional de cada idoso. Tínhamos idosos com níveis intelectuais distintos e com níveis de aprendizagem diferentes. Os alunos são preparados para conseguir desempenhar essa função da gerontagogia como princípio para o estímulo cognitivo, por meio de jogos e uso de tecnologias”, diz a docente Karen.

Delfina Souza, idosa que participou da oficina, conta que aprendeu bastante. “Troquei minha foto e conversei pelo aplicativo com a aluna que me ensinou, para treinar. Agora não vou depender mais da ajuda do meu marido”. 

Também aprendeu a aluna do Senac Maria Celma Barbosa: “Aprendemos com uma das idosas. Ela apresentou para a gente um aplicativo do SUS para consulta de medicamentos e ressaltou que a agenda pode ajudar a lembrar os compromissos”. Já a colega de turma Lourdes Coelho não imaginava que a função de cuidador poderia ir além da troca de fraldas e de outros cuidados físicos. “Foi surpreendente organizar e ministrar essa oficina”, finaliza.

Ainda para comemorar o Dia do Idoso, as alunas do Técnico em Podologia realizaram atendimento podológico no Abrigo Dr. Adolfo Bezerra de Menezes, que faz parte da rede social do Senac Penha, sob supervisão da docente Margarida Franzoni.


Conheça os cursos Cuidador de Idoso e Técnico em Podologia

Notícias relacionadas:
- Turma observa atuação de cuidadores de idosos
- Turma observa atuação de cuidadores de idosos
- “No mundo da informática, não há limite de idade”, afirma docente do Senac Largo Treze
- “No mundo da informática, não há limite de idade”, afirma docente do Senac Largo Treze


Tags: Senac Penha, acessibilidade, como usar o whatsapp, inclusão digital, tecnologia para idosos, uso de smartphone


Últimas notícias

06/12/2019
04/12/2019
02/12/2019
Nutricionista e chef defendem que cozinhar ajuda a ter rotina saudável
02/12/2019
Todas as obras da Livraria Senac pela metade do preço
29/11/2019
Férias com Leitura: explore o catálogo das bibliotecas do Senac São Paulo
29/11/2019
Conhecimento territorial da periferia foi foco do Webinar Senac
29/11/2019
Rede de bibliotecas do Senac São Paulo amplia seu acervo de e-books
27/11/2019
Centro Universitário Senac - Águas de São Pedro divulga lista de aprovados para o curso de Cozinheiro
21/11/2019
Cinco títulos do Senac recebem nota máxima do MEC
13/11/2019
Cursos Cozinheiro e Garçom têm novas turmas em 2020
12/11/2019
Como a moda pode ser mais diversa em um mercado em transformação?
12/11/2019
Centro Universitário Senac apresenta o Programa de Parcelamento Estudantil
29/10/2019
Centro Universitário Senac - Águas de São Pedro divulga lista de aprovados para a turma de Cozinheiro
29/10/2019
Centro Universitário Senac abre processo seletivo para professores
24/10/2019
Como pais e filhos podem conversar sobre a escolha de uma profissão do futuro?
22/10/2019
Senac Botucatu celebra 70 anos
21/10/2019
Senac São Paulo conquista pela 18ª vez o prêmio Top of Mind de RH
10/10/2019
Aprendizagem Técnica em Informática será oferecida em 5 unidades da capital e Grande São Paulo
04/10/2019
Alunos de moda revelam criações e essências em evento interativo
04/10/2019
Alunos de tecnologia conhecem os supercomputadores do CPTEC e INPE

Próximos Eventos

Instagram (@senacsaopaulo)