Home > Notícias
11/10/2016 17h50min

Alunos ensinam comunidade a fazer armadilha para o mosquito Aedes aegypti

Crianças e jovens participam de oficina

Moradores de condomínio conheceram as medidas de prevenção e combate aos criadouros.

Em 2015, a dengue foi a 5ª quinta maior causa de afastamento do trabalho entre funcionários de grandes companhias, aponta pesquisa realizada pela empresa de consultoria Gesto Saúde e Tecnologia.

De acordo com o levantamento, cerca de 2,5% dos colaboradores ficaram afastados por um período médio de 5 a 7 dias por conta da doença.

Além da ausência da empresa, fatores como sequelas e complicações para a saúde dos colaboradores preocupam empresas e a sociedade.

O alerta também está presente em sala de aula e levou estudantes do Técnico em Segurança do Trabalho do Senac Jabaquara a realizarem ações educativas de combate ao Aedes aegypti, causador da dengue, zika vírus e chikungunya envolvendo a comunidade.

No primeiro semestre de 2016, os alunos realizaram duas palestras no Café Donuts com os temas Reciclagem de Resíduos e Dengue, demonstrando a relação existente entre a segurança e saúde do trabalho e as questões ambientais.

Nova Conquista
Outra ação realizada pela turma envolveu crianças e jovens do condomínio Nova Conquista, habitação de interesse social localizada nas redondezas do Senac Jabaquara, e mostrou os perigos gerados pelo mosquito.

Após fazer um diagnóstico durante a primeira visita ao local, os estudantes voltaram ao condomínio e promoveram uma atividade prática buscando conscientizar os moradores, remanescentes da Favela Rocinha, sobre as medidas de prevenção e combate aos criadouros.

De forma dinâmica, ensinaram o grupo a construir uma armadilha (mosquitoeira ou mosquitérica) para o mosquito Aedes aegypti com materiais de fácil acesso, como garrafas pet, lixas de parede, fitas adesivas e isolantes, microtule, arroz e tesoura.

A ação realizada pelos alunos estava relacionada ao tema Riscos Biológicos estudado no curso e foi inspirada no projeto feito pela equipe de segurança do trabalho da construtora Adolpho Lindenberg.

Aprendizado
Fernanda Müller, docente do curso, ressalta que essas atividades externas possibilitaram aos alunos a vivência de iniciativas desenvolvidas por profissionais da segurança e saúde ocupacional.

Ela destaca que a questão deve ser tratada de maneira holística, pois um trabalhador afastado pode sobrecarregar uma equipe e consequentemente gerar acidentes. “Estados como Paraná e Pernambuco já utilizam a equipe de segurança e saúde no trabalho como aliados no combate ao mosquito Aedes aegypti”, esclarece.

Segundo a docente, a escolha do público-alvo das atividades foi estratégica. “Com a epidemia dessas doenças, decidimos realizar ações em uma empresa e também com crianças e jovens que são multiplicadores natos de um condomínio para conscientização da população, favorecendo uma das principais atividades do técnico em segurança do trabalho que é a de orientar a sua comunidade”, afirma.

Parcerias

O projeto da turma é resultado da articulação e parceira com diferentes agentes locais. Entre eles: a mediadora da Rede Social Jabaquara, Cristina Novaes; as docentes do Senac, Fernanda Müller, Ana Lucia Sella e Pamella Reis; docentes da Diagonal Urbana, Márcia Valéria e Mariana Febe, colaboradora da Secretaria Municipal de Habitação, Marina Mansur e líderes do condomínio Nova Conquista.

Aprenda a fazer uma mosquitoeira

Materiais necessários:

- 1 garrafa PET de 1,5 litro ou de dois litros; 
- 1 tesoura; 
- 1 lixa de madeira ou de parede; 
- 1 rolo de fita isolante preta; 
- 1 pedaço de 5 cm x 5 cm de tecido micro tule; 
- uma pequena porção de arroz triturado.

Passo a passo:
1- Tire a tampa da garrafa e remova cuidadosamente o anel do lacre da tampa sem danificá-lo. Reserve esse lacre;

2- Corte a garrafa em duas partes. Para facilitar, antes de iniciar o corte, amasse a garrafa até obter uma dobra. Faça um corte na dobra e use o furo para posicionar a tesoura e cortar o restante da garrafa. Uma das partes vai servir de copo e a outra, como um funil, será a tampa;

3- Lixe toda a superfície da tampa, que corresponde à face interna da boca do funil, até torná-la completamente áspera e fosca (lixe sempre no sentido único, da boca do gargalo, para o funil, no fundo). Essa peça será a tampa da mosquitoeira;

4- Cubra a boca da garrafa com o microtule. Use o anel do lacre que você reservou como presilha. Nessa etapa, é necessário forçar a presilha cuidadosamente para alcançar, pelo menos, a segunda volta da rosca;

5 – Para estabelecer a altura ideal do nível da água que será adicionada à mosquitoeira, é preciso encaixar a tampa no copo, com o bico para baixo. Identifique, de cima para baixo, o intervalo de altura que vai da boca do copo até o fundo fosco da tampa. O ponto médio desse intervalo será a altura do nível da água. Marque esse nível com um pedaço de fita isolante, bem fino, como se fosse uma linha, colada pelo lado de fora do copo. Essa marca também delimitará o espaço que ficará acima da água entre as duas peças da mosquitoeira.

6- Chegou a hora de começar a montagem: acrescente água no copo, de forma que fique uma camada de 3 cm a 4 cm da boca do copo para baixo; coloque o arroz na água; posicione a tampa, de maneira simétrica, com o bico para baixo e então vede as duas partes usando fita isolante. Use a fita isolante para fixar as duas peças da mosquitoeira e, ao mesmo tempo, vedar o espaço entre a borda do copo e a face externa da tampa.

Como utilizar
Complete com água filtrada (sem cloro) até o nível marcado com a tirinha de fita isolante. Coloque a armadilha em local fresco e sombreado. Após uma semana, verifique a altura da coluna de água. Se estiver abaixo do nível, complete-a. Com o nível da água mais alto, os ovos que foram depositados na superfície áspera da tampa ficarão dentro d’água e, em poucos dias, será possível visualizar larvas de mosquitos nadando na parte inferior da mosquitoeira.

Cuidados
Após instalar a mosquitoeira, é necessário eliminar as larvas dos mosquitos assim que notada a sua presença.

Para isso, semanalmente, deve-se fazer a manutenção. Coloque água sanitária na água da mosquitoeira e deixe agir por 1 hora. Depois, abra o equipamento, despreze a água contendo as larvas e limpe o tule com uma escovinha (pode ser escova de dente). Depois, é só vedar novamente com uma fita isolante, colocar água e ela estará pronta novamente para o uso.

Conheça o curso Técnico em Segurança do Trabalho que o Senac Jabaquara oferece.

Notícias relacionadas:
- Ação apresenta perigos do Aedes aegypti a alunos
- Ação apresenta perigos do Aedes aegypti a alunos
- Aedes aegypti: prevenção deve priorizar a eliminação de focos do mosquito


Tags: Senac Jabaquara, Técnico em Segurança do Trabalho, aedes aegypti, ação social, chikungunya, comunidade, dengue, zika


Últimas notícias

23/04/2019
17/04/2019
17/04/2019
17/04/2019
Alunos de confeitaria apresentam receitas das cinco regiões brasileiras
16/04/2019
Barba, cabelo e bigode: alunas vivenciam profissão em nicho em expansão
15/04/2019
Alunos integram moda e arte em evento sobre padrões de beleza
09/04/2019
Centro Universitário Senac apresenta o Programa de Parcelamento Estudantil
08/04/2019
Senac está com inscrições abertas para cursos técnicos EAD
02/04/2019
Formação gratuita em Gestão de Saúde está com inscrições abertas
01/04/2019
Turmas realizam ação para conscientizar sobre prevenção a DSTs
01/04/2019
No ritmo do Carnaval, alunos promovem eventos com diferentes inspirações
29/03/2019
Alunos mobilizam comunidade e transformam terreno em praça com mirante
29/03/2019
Meio ambiente: saiba como drones podem ajudar especialistas na área
26/03/2019
Evento aborda as perspectivas e os desafios do profissional do futuro
26/03/2019
Aprendizes promovem exposição sobre direitos humanos
26/03/2019
Alunos orientam população contra incêndios em Paranapiacaba
26/03/2019
Ações fortalecem turismo e produções locais na região de Sorocaba
26/03/2019
Centro Universitário Senac divulga resultado do processo seletivo para professores
26/03/2019
Centro Universitário Senac - Águas de São Pedro divulga lista de aprovados para os cursos de Cozinheiro e Garçom
20/03/2019
Turmas vivenciam rotina de agência de comunicação

Próximos Eventos

Instagram (@senacsaopaulo)