Home > Notícias
07/06/2016 16h26min

Cultura de paz mobiliza alunos do Senac Piracicaba

A realização da Exposição Anne Frank – histórias que ensinam valores estimulou o interesse por história e pela cultura de paz

répilca do diário de anne frank

Répilca do Diário de Anne Frank

Esse interesse fez com que, antes mesmo de as peças Exposição Anne Frank – histórias que ensinam valores chegarem ao Senac Piracicaba, os alunos dos cursos técnicos em Design de Interiores, em Computação Gráfica, em Teatro e em Guia de Turismo, e do programa Aprendizagem se mobilizassem para preparar atividades relacionadas ao tema da mostra.

Com antecedência de meses, houve muita pesquisa e leitura de materiais sobre a 2ª Guerra Mundial.

Alunos em ação
Alunos do curso Técnico em Teatro (antigo Técnico em Arte Dramática) basearam-se no livro Diário de Anne Frank e no filme Minha Querida Anne Frank. Eles fizeram esquetes que percorreram toda a unidade. 

Os estudantes do Técnico em Design de Interiores criaram o quarto da Anne Frank, já os de computação gráfica prepararam material audiovisual da linha do tempo da guerra e da vida da Anne Frank. 

Os alunos do Técnico em Guia de Turismo pesquisaram acontecimentos e personalidades da 2ª guerra mundial a simbologia nazista, a suástica, além de fazer a visita guiada aos grupos de visitantes como também um tamanco holandês com frases da Anne Frank.

Aprendizes confeccionaram mais de 1000 tsurus, após pesquisa prévia na lenda que também remete à guerra, montaram na mesa da biblioteca um mapa sobre os países que estiveram contra ou a favor ao regime nazista e dados com informações sobre as principais batalhas. Confeccionaram bandeirinhas com a simbologia da paz e corações de feltro entregues aos visitantes da exposição.

Visitantes
A exposição recebeu, aproximadamente, 1110 pessoas entre grupos de alunos de escolas da cidade, de Capivari, Barueri, Americana e São Paulo e grupos de visitantes locais.

Teatro e atrações
Gazebo: a cena inicial dos alunos de teatro foi no cenário Jardim da Paz, montado por mais de 1000 tsurus e fotos da Anne em família, produzidos pelos alunos de Aprendizagem.

5º andar: 2ª cena dos alunos do curso Técnico em Teatro.

4º andar: totens com fotos e pesquisa da reconstrução da Europa pós 2ª Guerra Mundial, elaboradas e explicadas pelos alunos de turismo ou pela bibliotecária

3º andar: 3ª cena dos alunos de teatro

2º andar: totens com fotos dos campos de concentração, charges de Hitler e dos campos de concentração produzidos e explicados pelos alunos de turismo.

Biblioteca: turma de turismo leva visitantes para conhecerem a pesquisa sobre as vestimentas utilizadas na época - algumas até surgiram e se modificaram nessa época, como é o caso da saia calça. Os participantes viram também objetos de judeus, réplica e maquete do anexo secreto, mapa estratégico da ocupação nazista, contextualização com a mesma época no Brasil, o quarto da Anne Frank montado pelos alunos do design de interiores, o audiovisual da linha do tempo da guerra. A biblioteca foi cenário para a última cena dos alunos de teatro, quando o anexo secreto é descoberto pelos nazistas e seus ocupantes são levados aos centros de concentração.

Impressões dos participantes
“Esse papel foi um presente para mim, pois sempre admirei a Anne e ser ela por um dia foi uma experiência incrível que vou levar pra toda vida. Foram dois meses de estudo, de laboratório e, quanto mais conhecia, mais me entregava a esse projeto. No dia da apresentação, realmente fui a Anne e senti a dor de ser ela naquele momento em que os guardas a levaram”, confessa Gabriela Rodrigues, aluna do curso Técnico em Teatro e representou a Auguste Van Pels, mãe do Peter Van Pels e a própria Anne Frank, na peça teatral.

O projeto Cultura de Paz foi trabalhado nas turmas de Aprendizagem. “Esse projeto foi um dos mais audaciosos doo quais já participei como docente. Minha intenção foi despertar  o interesse dos alunos para o tema Cultua de Paz utilizando atividades práticas na confecção de 1000 tsurus - origami que representa a paz. Com a atividade os alunos aprenderam trabalho em equipe, conteúdos históricos e geográficos, cultura de paz e cooperação, entre outros conceitos”, diz Ana Paula Custodio Fava, docente de Aprendizagem.

Para Rita Aguilar, bibliotecária do Senac Piracicaba e organizadora da exposição: “Um dos ganhos na exposição foi a interatividade entre os alunos. Lancei o convite para as turmas, que se interessaram e questionaram como poderiam participar. Eu disse que a participação deles seria livre: que poderiam produzir materiais para a exposição.


 
Conheça os cursos com inscrições abertas no Senac Piracicaba.

Tags: Integração de áreas, Senac Piracicaba, história de Anne Frank, peça teatro cultura de paz


Últimas notícias

10/05/2019
10/05/2019
08/05/2019
06/05/2019
06/05/2019
03/05/2019
03/05/2019
7 dicas para manter a empresa segura no ambiente digital
03/05/2019
Turma de enfermagem acompanha procedimentos em centro cirúrgico
03/05/2019
Exposição promove reflexão sobre a beleza do envelhecimento
03/05/2019
Alunos aprofundam teorias da administração em projetos sustentáveis
02/05/2019
Com mão na massa, turmas refletem sobre logística e produção alimentícia
02/05/2019
Senac oferta cursos de cuidador de idosos em parceria com a Central Nacional Unimed
02/05/2019
Senac está com inscrições abertas para cursos de pós-graduação a distância
02/05/2019
Centro Universitário Senac abre processo seletivo para professores
26/04/2019
Alunos de logística percorrem bastidores de indústria de capacetes
23/04/2019
Senac Francisco Matarazzo completa 40 anos de história
17/04/2019
Turma de fotografia expõe registros e retratos da cidade de São Paulo
17/04/2019
Aprendizes realizam ações com foco no mercado de trabalho
17/04/2019
Alunos de confeitaria apresentam receitas das cinco regiões brasileiras
16/04/2019
Barba, cabelo e bigode: alunas vivenciam profissão em nicho em expansão

Próximos Eventos

Instagram (@senacsaopaulo)