Home > Notícias
20/04/2016 16h57min

Assessor de imprensa: profissional com uma rotina muito dinâmica

Em entrevista, Claucio Brião, jornalista e docente do Senac Santana, fala sobre formação, atribuições e mercado de trabalho para a área.

pessoas conversando sentados à mesa com laptop e papéis

Alcance, briefing, clipping, follow up, ghostwriter, mailing, media training, porta-voz e press-kit. Esses são alguns termos muito comuns em conversas entre assessores de imprensa. Apesar de bastante falada, não há total conhecimento, para o público em geral, sobre esse profissional de comunicação.

Para começar a compreender, um bom exemplo é quando um profissional fornece dicas sobre orçamento familiar no noticiário da TV. Normalmente, o entrevistado é apresentado com o nome da empresa para qual trabalha e, muitas vezes, é associado à instituição onde estudou. O público que assiste a essa entrevista, indiretamente, é impactado com a qualidade das dicas e vincula as informações à empresa e à escola. Assim, estabelece-se a aproximação do público às organizações mencionadas. Esse trabalho, frequentemente, é resultado de um assessor de imprensa que articulou essa entrevista como veículo de comunicação para promover a visibilidade das marcas (empresas).

Claucio Brião, jornalista diplomado e docente da área de comunicação social do Senac Santana, elucida questões sobre formação, atribuições e mercado de trabalho para esse profissional. 

O que é necessário para ser um assessor de imprensa? Quais cursos deve-se fazer? 
Em se tratando de formação, em geral, a graduação de Comunicação Social, com habilitação em jornalismo não capacita as pessoas para o mercado de trabalho em assessoria de imprensa. As exigências nessa área específica, mais ligada à comunicação corporativa, superam as demandas do jornalismo praticado nas redações de veículos.

Nesse sentido, na maior parte dos casos, os assessores de imprensa formam-se no dia a dia, trabalhando dentro de empresas ou em agências especializadas.

Há poucos anos, instituições de ensino, como o Senac São Paulo, passaram a oferecer o curso, especializando jornalistas em formação ou já graduados ou instruindo profissionais de outras áreas com interesse e aptidão no ramo.

Quais as principais funções do assessor de imprensa? 
Gerenciar a relação de uma marca – que pode ser uma empresa, uma entidade pública ou não governamental ou uma celebridade – e os formadores de opinião, que são jornalistas, blogueiros, pessoas influentes (com muitos fãs ou seguidores), colunistas de grandes veículos de comunicação etc. Como qualquer profissional de comunicação, o assessor de imprensa também exercita o diagnóstico, o planejamento, a execução e a avaliação de resultados. 

O atendimento de uma conta compreende reunião de briefing, entrevistas, pesquisa, geração, revisão e aprovação de textos (notas, releases, artigos, discursos etc.), distribuição de pautas, ligações para editores/jornalistas (follow-up) e taxação ou clipping, - registro das matérias veiculadas.

De uns anos para cá, surgiram empresas especializadas em uma ou mais tarefas de assessoria de imprensa. Além de empregar profissionais desse segmento, elas colaboram para que assessores internos de empresas dediquem seu tempo para ações mais estratégicas e analíticas.

Como mercado recebe esse profissional?  
O assessor de imprensa pode atuar basicamente de três formas: 

a) Como profissional autônomo, como é o caso dos freelancers, que executam demandas sob encomenda por tempo determinado para um ou mais clientes;

b) Como funcionário contratado por Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), diretamente por empresas públicas ou privadas ou por agências especializadas em comunicação. As médias e grandes agências de relações públicas oferecem cargos júnior, pleno e sênior, com faixas salariais compatíveis com cada nível. Nelas, o assessor pode ser exclusivo ou atender a mais de uma conta simultaneamente; ou 

c) Como empresário, dono de sua própria empresa de comunicação, empregando outras pessoas para atenderem os clientes conquistados.

Normalmente, o assessor responde a qual profissional em uma empresa? 
O recomendado tecnicamente, e exercitado na maioria das empresas, é que o assessor de imprensa esteja diretamente ligado à presidência ou diretoria, justamente, para que possa ouvir, alinhar ou orientar a alta cúpula sobre o discurso que será transmitido interna e externamente.

Quando mais próxima e transparente a relação entre ambos, menores os ruídos de comunicação e mais eficaz e eficiente o trabalho como um todo.

Como você definiria a rotina desse profissional? 
É uma rotina dinâmica, com diversas tarefas acontecendo simultaneamente; minuciosa, pois envolve um volume grande de dados; e delicada, pois um pequeno descuido interno pode virar uma manchete negativa, minutos depois, em um grande portal de notícias, por exemplo, e 'arranhar' uma sólida imagem construída ao longo de muitos anos por uma marca.

Qual o perfil – as principais características pessoais e profissionais?
Curioso, ágil, um bom mediador/ conciliador. Saber escrever é fundamental. Sem um bom release (sugestão de pauta), a assessoria não anda.

Contudo, como vemos no curso oferecido pelo Senac, esse profissional também precisa de noções básicas de áreas correlatas, como marketing, relações públicas, endomarketing e publicidade e propaganda. Conhecer bem o nicho do assessorado também conta muito.

É comum grandes agências buscarem assessores com experiência em agronegócio e em moda, por exemplo. Ser um usuário ativo de tecnologia e estar antenado às novidades das mídias sociais ajuda bastante.

Como um assessor de imprensa pode se desenvolver na carreira? 
Dentro e fora da empresa, um profissional bem relacionado poderá ir longe. Para sorte de alguns e fracasso de outros, que investem apenas em capacitação técnica, saber ouvir, dialogar, propor soluções e antever possíveis crises etc., ou seja, criar uma imagem pessoal sólida, tanto para o assessorado quanto para os formadores de opinião, é fundamental para o crescimento.

Há regulamentação dessa profissão sem que o profissional tenha cursado jornalismo? 
Essa é uma questão que tem diferentes pontos de vida. Há um passado ou jeito tradicional de formação e exercício da profissão e um futuro que ainda não está bem desenhado (talvez nunca se defina). A assessoria de imprensa foi criada por um jornalista saído das redações.

No Brasil, historicamente, os jornalistas migraram dos veículos para as assessorias. O crescente número de assessores filiados aos sindicatos dos jornalistas e à Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) fez com que essas entidades defendam o exercício por profissionais graduados em comunicação social, com habilitação em jornalismo. 

Contudo, nesses próprios órgãos há controvérsia sobre a função do jornalista que, nas redações, defende os interesses públicos e deve primar pela autonomia de opinião, diferentemente, do assessor de imprensa que defende os interesses de seus empregadores, mesmo que seguindo preceitos gerais da profissão de jornalista.

Cabe observar a opinião dos relações públicas (área correlata) que defende a formação deles para o exercício da assessoria como acontece nos EUA e Europa. Em termos legais, desde 2009, não é obrigatório ter o diploma para exercer a função de jornalista no Brasil - assunto ainda em calorosa discussão nacional.

Conheça o curso Assessor de Imprensa, que está com inscrições abertas em diversas unidades da rede. Veja também outros cursos da área de comunicação social que o Senac oferece.

Tags: Senac São Paulo, o que faz um assessor de imprensa, quais as funções do assessor, relacionamento com empresas e imprensa, rotina dinâmica de trabalho


Últimas notícias

13/11/2019
12/11/2019
12/11/2019
05/11/2019
29/10/2019
29/10/2019
24/10/2019
Como pais e filhos podem conversar sobre a escolha de uma profissão do futuro?
22/10/2019
Senac Botucatu celebra 70 anos
21/10/2019
Senac São Paulo conquista pela 18ª vez o prêmio Top of Mind de RH
10/10/2019
Aprendizagem Técnica em Informática será oferecida em 5 unidades da capital e Grande São Paulo
09/10/2019
Aluno e ex-aluno têm 50% de desconto na Editora Senac São Paulo
04/10/2019
Alunos de moda revelam criações e essências em evento interativo
04/10/2019
Alunos de tecnologia conhecem os supercomputadores do CPTEC e INPE
03/10/2019
Feira Senac de Carreiras conecta estudantes a oportunidades do mundo do trabalho
01/10/2019
Centro Universitário Senac - Águas de São Pedro divulga lista de aprovados para os cursos de Cozinheiro e Garçom
26/09/2019
Projetos de alunos tornam mais acessível a ciência dos elementos químicos
23/09/2019
Senac São Paulo realiza simulação de parto normal em feira hospitalar
20/09/2019
Parceria com a Microsoft dá acesso gratuito ao Office para alunos
18/09/2019
Associados do Conselho Regional de Nutricionistas têm desconto em cursos
18/09/2019
Senac e TAQE firmam parceria para ajudar a conectar aprendizes e empresas

Próximos Eventos

Instagram (@senacsaopaulo)