Home > Notícias
18/11/2016 16h20min

RH: assertividade e rapidez no processo de recrutamento e seleção são essenciais

Duas mulheres conversando, ambas estão sentadas

De acordo com o Guia de Salários, da Robert Half, consultoria de recrutamento de São Paulo, a importância alcançada pela área de recursos humanos nas empresas nos últimos anos aumentou, assim como o grau de exigência dos líderes em relação a seus executivos desse segmento.

“Atualmente, o recrutamento e seleção conta com o apoio da tecnologia, as redes sociais e o big data para facilitar a localização do candidato ideal para cada vaga. Mesmo assim, é fundamental que haja profissionais altamente competentes para selecionar esses candidatos e aumentar a assertividade do processo”. Essa afirmação é de Adriana Ap. Pimenta Figueiredo, docente do Senac Jardim Primavera.

Confira entrevista, na qual a profissional, com 12 anos de experiência na área, aborda a importância do profissional de Recursos Humanos, responsável por processos de seleção e contratação de funcionários nas empresas:

O passar do tempo traz novas formas de trabalhar. Quais foram as principais mudanças relacionadas aos processos seletivos observadas nos últimos dez anos?
Nos últimos anos, os processos seletivos ficaram mais exigentes, por conta da maior oferta de profissionais qualificados no mercado de trabalho e também pela necessidade de ser mais assertivo e ter mais agilidade. O foco em análise de competências aumentou pra se ganhar mais eficácia nos processos.

De que forma o profissional dessa área teve que se adaptar a essas mudanças?
Os profissionais tiveram que buscar maior qualificação e formação específica na área para conseguir identificar os candidatos certos para a vaga certa. Hoje, é necessário aprimorar-se cada vez mais nas técnicas de recrutamento e seleção.

Nesses dez anos, o perfil do profissional está diferente também? Em quais aspectos?
Sim, o profissional da área precisou acompanhar a evolução do mercado. Hoje, temos uma geração de candidatos muito dinâmica, convivendo ao mesmo tempo com profissionais mais tradicionais. E o selecionador precisa conseguir identificar qual é o profissional certo para a vaga certa, identificar qual candidato vai se adaptar à diversidade e perfil de cada organização. Além disso, ele precisa inovar o tempo todo, para trazer processos seletivos inéditos para os candidatos e que tragam eficiência e eficácia à seleção. O candidato precisa ser analisado como um todo (relacionamento social, postura, perfil psicológico, conduta ética e moral e qualificação técnica), e o profissional da área que não se preocupar em avaliar todos este itens, dificilmente terá êxito. Os softwares de mapeamento de perfil comportamental, por exemplo, ajudam muito, mas só um profissional qualificado e preparado conseguirá analisar toda esta gama de informações e obter sucesso.

Quais são as maiores exigências das empresas para a contratação de profissionais para atuarem em recrutamento e seleção?
O profissional de recrutamento e seleção, mesmo iniciante, precisa de um mínimo de qualificação na área. As empresas precisam de profissionais que conheçam sua rotina, seus processos e cultura. Mas, principalmente, buscam profissionais que se atualizam constantemente e que saibam se adaptar a diversas situações e perfis que surgem. Esta área é muito dinâmica e exige profissionais também dinâmicos, flexíveis, que consigam estabelecer bom relacionamento com todas as áreas da empresa, pois seu papel inicia com a identificação do perfil da vaga diretamente com o gestor e continua durante toda a trajetória do funcionário na empresa. Uma formação de nível superior é fundamental, mas não é suficiente. É necessário realizar cursos de atualização específicos da área, tais como dinâmica de grupo, recrutamento e seleção, entrevista por competências, dentre outros.

Quais os principais fatores que contribuem para o êxito e para o fracasso de um processo de seleção?
Inovar e estar aliado às tecnologias disponíveis da área, estar atualizado e fazer um bom levantamento do perfil da vaga junto ao solicitante trazem grande êxito ao processo seletivo.
Não dar importância a esses itens e realizar um processo seletivo superficial, sem se aprofundar em todos os aspectos do perfil do candidato resultará em uma seleção malfeita.

Como o profissional pode reverter esse fracasso mencionado em sucesso?
Mantendo-se atualizado, buscando novas técnicas na área e realizando uma profunda identificação do perfil do candidato X perfil da vaga.

Que competências comportamentais têm sido mais requisitadas pelas empresas?
Precisa ser atento, gostar de ler sobre o tema, ter resiliência, bom relacionamento interpessoal e flexibilidade.

Quais suas expectativas para os processos seletivos nos próximos dez anos?
Hoje, algumas organizações já utilizam o big data em seus processos seletivos, sendo capazes de selecionar um número enorme de candidatos e cruzar estas informações com as redes sociais e outros bancos de dados para analisar informações pessoais, de formação, costumes e comportamentos, mesmo antes da entrevista pessoal. Isso auxilia na assertividade nos processos seletivos. Acredito que nos próximos dez anos a tecnologia vai trazer muito mais agilidade em obter os candidatos com perfil adequado, porém vai exigir ainda mais do profissional de seleção, que vai precisar ser cada vez mais competente em sua função para identificar o melhor entre os melhores captados, pois nenhuma máquina é capaz dessa função de análise aprofundada.


Atualização de texto publicado em 2015.

Notícias relacionadas:
- Alunos de RH e Segurança do Trabalho abordam eSocial em empresas locais
- Alunos de RH e Segurança do Trabalho abordam eSocial em empresas locais
- Alunos de RH e Segurança do Trabalho abordam eSocial em empresas locais
- Turma de RH esclarece dúvidas de aprendizes sobre questões trabalhistas
- Turma de RH esclarece dúvidas de aprendizes sobre questões trabalhistas
- Evento de RH aborda leis trabalhistas em material didático
- Evento de RH aborda leis trabalhistas em material didático
- Turmas de RH e logística vivenciam processo seletivo
- Turmas de RH e logística vivenciam processo seletivo


Tags: Senac Jardim Primavera, gestão de pessoas, mercado de trabalho, perfil profissional, recrutamento e seleção, recursos humanos


Últimas notícias

12/09/2019
12/09/2019
04/09/2019
Quais são os riscos de ansiedade e depressão em profissionais de saúde?
03/09/2019
Centro Universitário Senac apresenta o Programa de Parcelamento Estudantil
29/08/2019
Em treinamento para copeiras, alunos falam sobre hotelaria hospitalar
29/08/2019
Editora Senac São Paulo representa Brasil na Feira Internacional do Livro de Macau
28/08/2019
Mulheres trans de Araçatuba recebem noite de beleza e ensaio fotográfico
27/08/2019
Conferência discute a logística do Vale do Paraíba e Litoral Norte
23/08/2019
Projeto de design de interiores leva cores e nova vida a instituição social
22/08/2019
Senac é destaque no Top of Mind de Proteção; alunos também são premiados
21/08/2019
Ação destaca importância da criatividade para profissionais da área de eventos
16/08/2019
Natureza e engenharia inspiram criação de moldes de flores de açúcar
15/08/2019
Aplicativo criado por alunas facilita atendimento podológico domiciliar
15/08/2019
Alunos participam de conferência de desenvolvedores da Apple na Califórnia
07/08/2019
Aprendizes compartilham possibilidades com jovens em diferentes espaços
07/08/2019
Evento Farmácia em Cena discute relação entre a saúde e a agenda da ONU
06/08/2019
Visitas a empresas apresentam novas práticas de administração a alunos
05/08/2019
Vivência apresenta possibilidades profissionais a jovens da Fundação Casa
05/08/2019
Senac Registro oferece bolsas para indígenas e quilombolas do Vale do Ribeira
05/08/2019
Sonho é para se realizar

Próximos Eventos

Instagram (@senacsaopaulo)