Home > Notícias
29/09/2014 15h13min

Vinhos americanos: conheça as principais regiões produtoras, suas uvas e características

Evento no Senac Aclimação traz profissionais renomados para abordar o tema

O Master Sommelier Geoff Kruth apresenta os vinhos para degustação

"Vinícolas pequenas, focadas em produções menores, mas com vinhos de alta e excelente qualidade". Essa frase foi dita pelo Master Sommelier Geoff Kruth, entre os únicos 150 no mundo com o título, sobre as produções de Sonoma e Napa Valley, na Califórnia, durante o evento Master Class em Vinhos Americanos, em 25 de setembro, no Senac Aclimação.

Além de Geoff, que é enólogo e diretor do Guild of Sommeliers; Jeff Gordon, pioneiro na produção de vinhos em Washington; e Vivien Gay, presidente do Comitê Internacional dos Viticultores de Napa Valley, falaram sobre as produções das mais tradicionais regiões americanas.

Ainda sobre ambos os locais, afirmou o Master Sommelier, eles possuem clima mediterrâneo - quente e seco no verão, praticamente sem chuva, e com a neblina marítima que resfria as uvas à noite - permitindo pouca variação entre as safras.

Sonoma
"O condado de Sonoma tem como maior influência o vento que vem da costa, o que proporciona aos mais ou menos sete vales da região uma maior variedade de temperaturas e, consequentemente, de uvas. As de clima mais frio, como Pinot Noir e Chardonnay, são plantadas na costa e, mais para o norte, já encontram-se as de clima mais quente, como Cabernet Sauvignon e Merlot", explica o enólogo.

Localizados no Vale de Sonoma, o Russian River Valley é um dos mais importantes para o cultivo das uvas do clima costal frio, enquanto o Alexander Valley possui condições ideais para as de ambiente mais quente. "Há 20 anos ninguém sequer pensava em plantar na costa, mas, quando começaram, perceberam que poderiam colher uvas maravilhosas no local", diz Geoff.

Napa Valley
Localizado ao norte de São Francisco, o vale do Napa é considerado o território mais famoso da Califórnia no cultivo de vinhos, apesar de, segundo Geoff, ser responsável apenas por 4% da produção do Estado. "Sua formação geológica privilegia o solo fluvial e fértil, pois ajuda a reter água. Uma das razões de Napa ser o que é", esclarece o Master Sommelier.

Com 8 quilômetros de largura e 40 de extensão, conforme explicou Vivien, Napa tem, em sua maioria, vinícolas familiares. "O Cabernet Sauvignon é o mais conhecido da região, mas as condições de clima e solo locais permitem uma diversidade de uvas", ressalta a especialista.

Umas das áreas mais frias do condado de Napa é Los Carneros, ao sul, produtora de Pinot Noir e Chardonnay. Já ao fundo do vale é onde está localizado o vinho mais icônico de Napa - o Cabernet Sauvignon. Além dele, as principais variedades cultivadas no condado são: Chardonnay, Merlot, Pinot Noir, Sauvignon Blanc, Zinfandel (uva característica da Califórnia) e Syrah.

"A maioria dos vinhos californianos são consumidos no próprio Estado, porém, nós queremos dividir nossa cultura e experiência e entender dos tipos brasileiros, realizando um intercâmbio de conhecimentos", finaliza Geoff Kruth.

Washington
Sobre essa região, Jeff Gordon destacou a vasta amplitude térmica ao longo do dia que, somada à alta quantidade de sol e ao fato de não ter muitas pestes nem mofo, resulta na receita de sucesso da produção local.

A Gordon State, sua empresa, é a vinícola familiar mais antiga de Washington e cultiva uvas como Chardonnay, Merlot, Cabernet Sauvignon, Syrah e Gewürztraminer. Além disso, possui lotes pequenos de Tempranillo, Malbec e Petit Verdot (os dois primeiros foram levados por ele para degustação no evento).

Degustação
Ao final de cada apresentação, os profissionais explicaram os rótulos que seriam degustados. Entre eles, o Buena Vista Chardonnay, Carneros 2012, da região sul, mais leve e elegante, que harmoniza com pratos como ceviche; o Chateau Montelena Chardonnay, Napa Valley 2010, do norte, mais frutado, que harmoniza com lagosta e frango com creme; o Gordon Brothers Estate Grown Syrah, Columbia Valley 2010, da vinícola do Jeff Gordon (93% Syrah e 7% Cabernet Sauvignon); e o Twomey Merlot, Napa Valley 2009 (94% Merlot, 5,6% Cabertnet Franc e 0,4% Cabernet Sauvignon).

Essa atividade, que contou com aproximadamente 50 participantes, integra o American Wine Show, evento que reúne grandes nomes do cenário mundial do vinho e, pela primeira vez, realiza a Semana dos Vinhos Americanos no Brasil.

Conheça os cursos Básico de Vinhos e Formação de Sommelier: vinhos oferecidos no Senac.

Tags: Senac Aclimação, alimentos e bebidas, califórnia, evento, gastronomia, napa valley, palestra, senac sp, sommelier, sonoma, vinho, vinhos, vinhos americanos


Últimas notícias

10/05/2019
10/05/2019
08/05/2019
06/05/2019
06/05/2019
03/05/2019
03/05/2019
7 dicas para manter a empresa segura no ambiente digital
03/05/2019
Turma de enfermagem acompanha procedimentos em centro cirúrgico
03/05/2019
Exposição promove reflexão sobre a beleza do envelhecimento
03/05/2019
Alunos aprofundam teorias da administração em projetos sustentáveis
02/05/2019
Com mão na massa, turmas refletem sobre logística e produção alimentícia
02/05/2019
Senac oferta cursos de cuidador de idosos em parceria com a Central Nacional Unimed
02/05/2019
Senac está com inscrições abertas para cursos de pós-graduação a distância
02/05/2019
Centro Universitário Senac abre processo seletivo para professores
26/04/2019
Alunos de logística percorrem bastidores de indústria de capacetes
23/04/2019
Senac Francisco Matarazzo completa 40 anos de história
17/04/2019
Turma de fotografia expõe registros e retratos da cidade de São Paulo
17/04/2019
Aprendizes realizam ações com foco no mercado de trabalho
17/04/2019
Alunos de confeitaria apresentam receitas das cinco regiões brasileiras
16/04/2019
Barba, cabelo e bigode: alunas vivenciam profissão em nicho em expansão

Próximos Eventos

Instagram (@senacsaopaulo)