Menu
Senac São Paulo
Busca
Home > Notícias
07/03/2013 11h31min

Design instrucional: interação, informação e recursos tecnológicos a serviço da educação

Crescimento da educação a distância e do mercado de tecnologias aplicadas aponta um cenário promissor para designers instrucionais


As formas de aprender e de ensinar estão se diversificando e, com isso, o perfil do educador também se modifica. Afinal, aquele professor, especialista em um determinado assunto, já percebe a importância de adotar a tecnologia em sala de aula, seja presencial ou a distância.

Com a necessidade de compartilhar informações e conhecimento, inclusive por meios até então inexistentes, a figura do educador deixou de ser associada apenas a do professor tradicional. No ambiente corporativo não é diferente, pois já existem gestores de conhecimento e profissionais de recursos humanos preocupados em preparar treinamentos e disseminar conteúdo entre funcionários. E o objetivo vai além, porque é preciso estimular a colaboração e o hábito de compartilhar conhecimento.

Por isso, o educador de hoje também precisa ter, no mínimo, alguma familiaridade com recursos que possam ser utilizados nos meios digitais, seja em blogs, redes sociais, wikis ou até na adoção de ferramentas tecnológicas mais avançadas. E o uso das tecnologias em instituições de ensino e companhias de diversos portes está cada vez mais intensivo – o que, inclusive, tem sido útil para ampliar o acesso à educação.

Mas, para alcançar bons resultados nesse cenário, o educador já conta com o auxílio de um novo e importante parceiro: o designer instrucional, profissão que foi regulamentada em 2009.

Ideal para quem transita facilmente entre os ambientes da tecnologia e da educação – seja com o uso de computadores, TV, vídeos, CDs e diversos recursos tecnológicos disponíveis –, a carreira de designer instrucional pode ser uma boa alternativa, especialmente por ainda se tratar de uma área que carece de profissionais qualificados.

De acordo com Vani Moreira Kenski, coordenadora da pós-graduação a distância em Design Instrucional do Senac São Paulo, o trabalho desse profissional é desafiador, pois exige a mediação entre diversas áreas do conhecimento, como didática, tecnologias, comunicação, produção criativa e gestão de projetos educacionais.  "O designer instrucional atua na relação entre o uso de tecnologias inovadoras e sua adequação aos desafios educacionais propostos pelos espaços corporativos e acadêmicos."

Capaz de reunir métodos, técnicas e recursos que podem ser utilizados nos processos de aprendizagem em qualquer contexto, um bom designer instrucional pode atuar em diversas modalidades de ensino – seja presencial ou a distância – e até em treinamentos individuais. As atividades também compreendem o desenvolvimento e a construção de materiais didáticos, que podem até ser impressos, gravados em vídeo, gerados em software ou por meio de games, envolvendo quaisquer plataformas tecnológicas.

Dessa forma, por meio dos recursos disponíveis, esse profissional garante que o conteúdo pedagógico tenha sua real intenção educacional, relacionando e integrando diversas variáveis, como público-alvo, objetivos dos cursos, atividades práticas, processos de interação e comunicação on-line, avaliação da aprendizagem e particularidades do conteúdo.

Para quem deseja atuar em projetos ligados a essa crescente área – tanto em instituições de ensino, ambientes corporativos ou até em meios de comunicação –, a pós-graduação em Design Instrucional oferece capacitações muito úteis, principalmente para profissionais interessados no desenvolvimento de recursos para a educação a distância.

Dentre as funções possíveis, está o desenvolvimento de materiais que auxiliam a mudança dos atuais paradigmas da educação. Afinal, relacionar novas tecnologias ao processo de aprendizagem é o grande desafio desses profissionais – que têm a função básica de gerenciar e planejar recursos, ferramentas, materiais de apoio e atividades necessárias ao bom desempenho de cada curso.

Desenvolvidos em parceria com docentes e coordenadores de cada área específica, os projetos têm a missão – nem sempre simples – de expor os prós e contras das diversas possibilidades existentes na elaboração de materiais e na utilização de recursos que alcancem o objetivo principal: expor o conteúdo de maneira correta para desenvolver as habilidades propostas aos alunos.

Aos graduados com interesse na área, o cenário aponta que vale investir nos cursos de formação em design instrucional. O mercado se mostra bastante promissor, especialmente por conta do grande crescimento do uso das tecnologias aplicadas à educação – fato que, segundo especialistas de diversas partes do mundo, é um caminho totalmente irreversível.

Essa matéria integra o Boletim Universo EAD - ano 9 nº 77.

Tags: Boletim Universo EAD, Design instrucional, EAD, ead senac, educação, educação a distância, recursos tecnológicos, senac sp, tecnologia


Últimas notícias

31/07/2015
31/07/2015
30/07/2015
30/07/2015
30/07/2015
30/07/2015
30/07/2015
30/07/2015
Centro Universitário Senac divulga resultado do processo seletivo para professores
29/07/2015
Porto de Santos é palco de aula para alunos do Senac Lapa Tito
29/07/2015
Comprovação de documentos para o Programa Universidade Para Todos (ProUni) - 2º Semestre de 2015
28/07/2015
Mercado de luxo é tema de visitas técnicas de alunos do Senac Jardim Primavera
28/07/2015
Evento Make Your Mix encerra disciplina de alunos do Programa Aprendizagem
28/07/2015
Turma de Cuidador de Idoso promove Oficina de Prevenção de Quedas
28/07/2015
Linux: profissional do Senac fala sobre o sistema mais utilizado no mundo
28/07/2015
Futuros profissionais atendem a atletas dos Jogos Regionais de Jundiaí
28/07/2015
Centro Universitário Senac realiza a 8ª Copa Senac Escolar
27/07/2015
Turma evidencia expressão corporal e autoconfiança em atividade
27/07/2015
Senac Americana promove 1º Senac Decor
27/07/2015
Liderança mediadora: base para a construção de equipes autônomas
24/07/2015
Palestra inaugura exposição Arquivo Urbano – 100 anos de fotografia e moda no Brasil

Próximos Eventos

Exposição: Retratos Imigrantes
Atendimentos de Podologia
Exposição: Em Situação de Rua - Oscar Innecco
Atendimentos de Corte de Cabelo
Atendimentos: Limpeza de Pele e Hidratação Facial com Peeling de Cristal
Atendimentos de Podologia
Mostra Fotográfica Paisagens Urbanas
Exposição: Retratos no Fotojornalismo
Twitter
FaceBook
Google+
YouTube
Senac Blog
Foursquare
Slideshare
Picasa
Home > Notícias
07/03/2013 11h31min

Design instrucional: interação, informação e recursos tecnológicos a serviço da educação

Crescimento da educação a distância e do mercado de tecnologias aplicadas aponta um cenário promissor para designers instrucionais


As formas de aprender e de ensinar estão se diversificando e, com isso, o perfil do educador também se modifica. Afinal, aquele professor, especialista em um determinado assunto, já percebe a importância de adotar a tecnologia em sala de aula, seja presencial ou a distância.

Com a necessidade de compartilhar informações e conhecimento, inclusive por meios até então inexistentes, a figura do educador deixou de ser associada apenas a do professor tradicional. No ambiente corporativo não é diferente, pois já existem gestores de conhecimento e profissionais de recursos humanos preocupados em preparar treinamentos e disseminar conteúdo entre funcionários. E o objetivo vai além, porque é preciso estimular a colaboração e o hábito de compartilhar conhecimento.

Por isso, o educador de hoje também precisa ter, no mínimo, alguma familiaridade com recursos que possam ser utilizados nos meios digitais, seja em blogs, redes sociais, wikis ou até na adoção de ferramentas tecnológicas mais avançadas. E o uso das tecnologias em instituições de ensino e companhias de diversos portes está cada vez mais intensivo – o que, inclusive, tem sido útil para ampliar o acesso à educação.

Mas, para alcançar bons resultados nesse cenário, o educador já conta com o auxílio de um novo e importante parceiro: o designer instrucional, profissão que foi regulamentada em 2009.

Ideal para quem transita facilmente entre os ambientes da tecnologia e da educação – seja com o uso de computadores, TV, vídeos, CDs e diversos recursos tecnológicos disponíveis –, a carreira de designer instrucional pode ser uma boa alternativa, especialmente por ainda se tratar de uma área que carece de profissionais qualificados.

De acordo com Vani Moreira Kenski, coordenadora da pós-graduação a distância em Design Instrucional do Senac São Paulo, o trabalho desse profissional é desafiador, pois exige a mediação entre diversas áreas do conhecimento, como didática, tecnologias, comunicação, produção criativa e gestão de projetos educacionais.  "O designer instrucional atua na relação entre o uso de tecnologias inovadoras e sua adequação aos desafios educacionais propostos pelos espaços corporativos e acadêmicos."

Capaz de reunir métodos, técnicas e recursos que podem ser utilizados nos processos de aprendizagem em qualquer contexto, um bom designer instrucional pode atuar em diversas modalidades de ensino – seja presencial ou a distância – e até em treinamentos individuais. As atividades também compreendem o desenvolvimento e a construção de materiais didáticos, que podem até ser impressos, gravados em vídeo, gerados em software ou por meio de games, envolvendo quaisquer plataformas tecnológicas.

Dessa forma, por meio dos recursos disponíveis, esse profissional garante que o conteúdo pedagógico tenha sua real intenção educacional, relacionando e integrando diversas variáveis, como público-alvo, objetivos dos cursos, atividades práticas, processos de interação e comunicação on-line, avaliação da aprendizagem e particularidades do conteúdo.

Para quem deseja atuar em projetos ligados a essa crescente área – tanto em instituições de ensino, ambientes corporativos ou até em meios de comunicação –, a pós-graduação em Design Instrucional oferece capacitações muito úteis, principalmente para profissionais interessados no desenvolvimento de recursos para a educação a distância.

Dentre as funções possíveis, está o desenvolvimento de materiais que auxiliam a mudança dos atuais paradigmas da educação. Afinal, relacionar novas tecnologias ao processo de aprendizagem é o grande desafio desses profissionais – que têm a função básica de gerenciar e planejar recursos, ferramentas, materiais de apoio e atividades necessárias ao bom desempenho de cada curso.

Desenvolvidos em parceria com docentes e coordenadores de cada área específica, os projetos têm a missão – nem sempre simples – de expor os prós e contras das diversas possibilidades existentes na elaboração de materiais e na utilização de recursos que alcancem o objetivo principal: expor o conteúdo de maneira correta para desenvolver as habilidades propostas aos alunos.

Aos graduados com interesse na área, o cenário aponta que vale investir nos cursos de formação em design instrucional. O mercado se mostra bastante promissor, especialmente por conta do grande crescimento do uso das tecnologias aplicadas à educação – fato que, segundo especialistas de diversas partes do mundo, é um caminho totalmente irreversível.

Essa matéria integra o Boletim Universo EAD - ano 9 nº 77.

Tags: Boletim Universo EAD, Design instrucional, EAD, ead senac, educação, educação a distância, recursos tecnológicos, senac sp, tecnologia


Últimas notícias

31/07/2015
31/07/2015
30/07/2015
30/07/2015
30/07/2015
30/07/2015
30/07/2015
30/07/2015
29/07/2015
29/07/2015
28/07/2015
28/07/2015
28/07/2015
28/07/2015
28/07/2015
28/07/2015
27/07/2015
27/07/2015
27/07/2015
24/07/2015

Próximos Eventos

Exposição: Retratos Imigrantes
Atendimentos de Podologia
Exposição: Em Situação de Rua - Oscar Innecco
Atendimentos de Corte de Cabelo
Atendimentos: Limpeza de Pele e Hidratação Facial com Peeling de Cristal
Atendimentos de Podologia
Mostra Fotográfica Paisagens Urbanas
Exposição: Retratos no Fotojornalismo
Twitter
FaceBook
Google+
YouTube
Senac Blog
Foursquare
Slideshare
Picasa
 Fale Conosco
0800 883 2000
© 2015 Senac São Paulo