Menu
Senac São Paulo
Busca


Curso Livre

 

Cuidador Infantil

Objetivo
Capacitar cuidadores infantis, familiares ou não, para trabalhar com crianças de 0 a 6 anos, que estejam atentos ao seu desenvolvimento global e às suas necessidades particulares.

Diferenciais
Além de conceitos gerais sobre as especificidades dessa faixa etária, o curso discute estratégias que permitam ao profissional prestar um cuidado afetuoso, continente e individualizado.
(Carga horária: 160 horas)
Atuação no mercado de trabalho
O profissional capacitado por este curso deverá estar apto a:
- Observar e compreender a dinâmica da criança e do contexto sociofamiliar, entendendo sua função e o papel de cada indivíduo envolvido para atuar de forma adequada a cada situação.
- Intermediar a relação entre a mãe e a criança, comunicando-se adequadamente com ambas, mostrando interesse e disponibilidade e ajudando nas rotinas diárias, a fim de dar à mãe o suporte esperado.
- Facilitar as relações da criança com o grupo e com o ambiente, atendendo às necessidades coletivas e singulares para permitir o pleno desenvolvimento individual.
- Dar andamento às rotinas diárias, utilizando-se de práticas apropriadas visando à saúde e o bem-estar da criança.

Panorama de mercado
Até algumas décadas atrás, a criança passava seus primeiros anos de vida num ambiente familiar, cercada pelos cuidados de familiares e, mesmo quando cuidada por um não familiar, raramente permanecia longos períodos longe de sua família. Nesse modelo, as funções do cuidado eram compartilhadas por todos os responsáveis, formais e informais, pela sua educação.

Com a entrada da mulher no mercado de trabalho e com a mudança para um padrão nuclear de família, o cuidado infantil passou a ser exercido por um terceiro.

O modelo de formação para funcionários de creches e de berçários e de babás geralmente é fundamentado em questões higienistas/cognitivistas, ou seja, prioriza a higiene corporal e as atividades para estimular a cognição e deixa de lado os aspectos psicoafetivos da criança.

Para desenvolver-se de maneira saudável, a criança necessita vivenciar experiências positivas e construir uma relação afetuosa com seu cuidador.
Pré-requisitos
Idade mínima: 17 anos.
Escolaridade mínima: ensino fundamental completo.

Público-alvo
Profissionais que trabalham ou desejam trabalhar com crianças de 0 a 6 anos.
Proposta metodológica
O curso prevê oficinas, exposições dialogadas, dinâmicas, dramatizações e trabalhos em grupo que possibilitarão ao participante vivenciar situações de trabalho e refletir sobre seu fazer profissional.
- A criança como indivíduo inserida em um contexto.
- O cuidador como facilitador das relações da criança consigo mesma, com sua família e com seu entorno.
- Técnicas apropriadas às rotinas infantis: brincadeira, higiene, alimentação, sono.
O Senac confere o certificado de conclusão do curso aos alunos aprovados.
Apresentação dos documentos:
- RG
- CPF
 





Quer ser informado sobre novas turmas?

Eventos relacionados à área


Palestra: Enfermagem na Prevenção do Tromboembolismo Venoso


Palestra: Obesidade - prevenção, cuidados e tratamento
Tags
curso de cuidador infantil sp, curso para cuidador infantil sp, curso cuidador infantil do senac, aspectos psicoafetivos da criança, desenvolvimento infantil, técnicas para cuidar de crianças, técnicas de brincadeira infantil, técnicas de higiene infantil, técnicas de alimentação infantil, técnicas para estimular o sono na criança, Senac.


Curso Livre

 

Cuidador Infantil

Objetivo
Capacitar cuidadores infantis, familiares ou não, para trabalhar com crianças de 0 a 6 anos, que estejam atentos ao seu desenvolvimento global e às suas necessidades particulares.

Diferenciais
Além de conceitos gerais sobre as especificidades dessa faixa etária, o curso discute estratégias que permitam ao profissional prestar um cuidado afetuoso, continente e individualizado.
(Carga horária: 160 horas)
Atuação no mercado de trabalho
O profissional capacitado por este curso deverá estar apto a:
- Observar e compreender a dinâmica da criança e do contexto sociofamiliar, entendendo sua função e o papel de cada indivíduo envolvido para atuar de forma adequada a cada situação.
- Intermediar a relação entre a mãe e a criança, comunicando-se adequadamente com ambas, mostrando interesse e disponibilidade e ajudando nas rotinas diárias, a fim de dar à mãe o suporte esperado.
- Facilitar as relações da criança com o grupo e com o ambiente, atendendo às necessidades coletivas e singulares para permitir o pleno desenvolvimento individual.
- Dar andamento às rotinas diárias, utilizando-se de práticas apropriadas visando à saúde e o bem-estar da criança.

Panorama de mercado
Até algumas décadas atrás, a criança passava seus primeiros anos de vida num ambiente familiar, cercada pelos cuidados de familiares e, mesmo quando cuidada por um não familiar, raramente permanecia longos períodos longe de sua família. Nesse modelo, as funções do cuidado eram compartilhadas por todos os responsáveis, formais e informais, pela sua educação.

Com a entrada da mulher no mercado de trabalho e com a mudança para um padrão nuclear de família, o cuidado infantil passou a ser exercido por um terceiro.

O modelo de formação para funcionários de creches e de berçários e de babás geralmente é fundamentado em questões higienistas/cognitivistas, ou seja, prioriza a higiene corporal e as atividades para estimular a cognição e deixa de lado os aspectos psicoafetivos da criança.

Para desenvolver-se de maneira saudável, a criança necessita vivenciar experiências positivas e construir uma relação afetuosa com seu cuidador.
Pré-requisitos
Idade mínima: 17 anos.
Escolaridade mínima: ensino fundamental completo.

Público-alvo
Profissionais que trabalham ou desejam trabalhar com crianças de 0 a 6 anos.
Proposta metodológica
O curso prevê oficinas, exposições dialogadas, dinâmicas, dramatizações e trabalhos em grupo que possibilitarão ao participante vivenciar situações de trabalho e refletir sobre seu fazer profissional.
- A criança como indivíduo inserida em um contexto.
- O cuidador como facilitador das relações da criança consigo mesma, com sua família e com seu entorno.
- Técnicas apropriadas às rotinas infantis: brincadeira, higiene, alimentação, sono.
O Senac confere o certificado de conclusão do curso aos alunos aprovados.
Apresentação dos documentos:
- RG
- CPF
 





Quer ser informado sobre novas turmas?

Eventos relacionados à área


Palestra: Enfermagem na Prevenção do Tromboembolismo Venoso


Palestra: Obesidade - prevenção, cuidados e tratamento
Tags
curso de cuidador infantil sp, curso para cuidador infantil sp, curso cuidador infantil do senac, aspectos psicoafetivos da criança, desenvolvimento infantil, técnicas para cuidar de crianças, técnicas de brincadeira infantil, técnicas de higiene infantil, técnicas de alimentação infantil, técnicas para estimular o sono na criança, Senac.
 Fale Conosco
0800 883 2000
© 2015 Senac São Paulo