Home  >  Cursos de Pós-Graduação  >  Gestão da Qualidade e Segurança do Paciente

Gestão da Qualidade e Segurança do Paciente

Objetivo
Especializar profissionais em Gestão da Qualidade e Segurança do Paciente para identificar, analisar e melhorar os processos críticos, bem como gerenciar os indicadores de desempenho de maior impacto, a fim de que as instituições de saúde, públicas ou privadas, entreguem assistência resoluta e segura, promovendo o equilíbrio entre as necessidades dos clientes e as exigências do mercado, preparando-os para a liderança e para criação de estratégias dinâmicas e flexíveis; desenvolvimento de projetos; e, utilização de ferramentas de gestão da qualidade no gerenciamento de organizações de saúde seguras e confiáveis.

Carga horária: 366 horas

Panorama de mercado:
Com a incorporação de tecnologias e procedimentos nas práticas terapêuticas e diagnósticas, a gestão da qualidade torna-se uma necessidade primordial do negócio. Eliminar desperdícios e garantir melhores resultados a custos aceitáveis é o desafio de todas as organizações de saúde que, por sua vez, estão cada vez mais preocupadas com o valor das melhores práticas que levam à acreditação por selos de certificação nacionais e internacionais, além do reconhecimento por partes interessadas ou compradores de serviços.

Atualmente, as organizações de serviços em saúde necessitam de profissionais preparados para prestar assessoria nos processos de melhoria contínua da qualidade e de segurança do paciente, seja participando da elaboração de planejamentos estratégicos que incorporem ferramentas de gestão específicas e monitorando ações institucionais que promovam a qualidade e segurança dos pacientes, seja atuando no controle de documentos operacionais e assistenciais das organizações ou, ainda acompanhando os processos de qualificação e acreditação em saúde por meio da disseminação de requisitos de padronização da práticas.


Área de atuação:
O egresso do curso de especialização em Gestão da Qualidade e Segurança do Paciente estará apto a atuar em serviços e empresas que operam no setor de Saúde, tais como: consultorias, hospitais, clínicas, ambulatórios, serviços de imagem, laboratórios, bancos de sangue, bem como na atenção domiciliar, atenção primária, na saúde suplementar, entre outros. Ainda com base em todo o aprendizado, o profissional se torna apto a aplicar ferramentas estatísticas e gerenciais de qualidade, implementar diretrizes e padrões nacionais e internacionais das melhores práticas em saúde e excelência em resultados, com habilidade analítica e senso crítico.
Portadores de diploma de graduação.
Obs.: Não são aceitos certificados de cursos sequenciais.

Portadores de diploma de graduação em diferentes áreas de conhecimento e que tenham interesse em desenvolver competências para exercer atividades relacionadas à gestão da qualidade e segurança do paciente.
FERRAMENTAS DA QUALIDADE EM SAÚDE
Apresenta as ferramentas de qualidade que dão suporte aos processos organizacionais, assistenciais e ao gerenciamento de riscos em organizações de saúde, tais como: PDCA (Plan, Do, Check, Act) e PDSA (Plan, Do, Study, Act); Brainstorming; análise de causa-raiz; Diagrama de causa-efeito/Diagrama de Ishikawa; 5 porquês; 5W3H; Matriz GUT (gravidade, urgência e tendência); Smart; Diagrama de Pareto; Protocolo de Londres; Análise do Modo e Efeito de Falha (FEMEA e HFMEA), bem como conceitua as suas aplicações em diferentes processos nos serviços de saúde com base na Ciência da Melhoria, favorecendo a gestão integrada, o gerenciamento de riscos e o acompanhamento de resultados institucionais.
GESTÃO DA SEGURANÇA DO PACIENTE
Apresenta as políticas, programas e a taxonomia, bem como a estruturação e implantação do núcleo de segurança do paciente. Trata os princípios, processos e estratégias de gerenciamento e enfrentamento dos riscos em saúde, problematizando a gestão de riscos proativa e reativa. Aborda as etapas de investigação e análise retrospectiva e prospectiva de eventos adversos, bem como da classificação e do sistema de notificação de incidentes. Debate o uso das ferramentas Bow-Tie Analysis, Depose e “What if”. Apresenta as estratégias e os Protocolos de Segurança do Paciente e discute os desafios de sua implantação nos serviços de saúde, capacitando o profissional para acompanhar a estruturação do plano de segurança do paciente para a gestão sistêmica dos riscos e da segurança do paciente.
CULTURA DA QUALIDADE E SEGURANÇA DO PACIENTE
Apresenta os conceitos de qualidade e segurança do paciente, os principais movimentos nacionais e internacionais voltados para o setor, no contexto do redesenho dos processos de trabalho em saúde e do modelo assistencial, propiciando o conhecimento de tendências nacionais e internacionais. Aborda as estratégias e técnicas para a comunicação compacientes e equipes de saúde (ISBAR, “Check-back”, “Read-back”, transição do cuidado, “Hand-over” e “Hand-off”). Trata os níveis de maturidade institucional, baseando-se nos conceitos de cultura organizacional, evidenciando as ferramentas que permitem medir o clima e a cultura institucional no que diz respeito à segurança do paciente, a fim de proporcionar a melhoria contínua dos resultados assistenciais e ciclos de aprendizado.
QUALIDADE EM SAÚDE: CUSTO E VALOR
Apresenta os conceitos de valor e de cadeia de valor. Discorre sobre as atividades que agregam e que não agregam valor. Apresenta os conceitos de Triple Aim e Quadruplo Aim na Saúde. Aborda a gestão de segurança do ambiente e a gestão de segurança do trabalhador. Conceitua a análise do layout, configuração e distribuição dos ambientes de trabalho. Contextualiza a gestão de custos por meio dos conceitos de padronização de insumos e logística (escolha, aquisição, armazenamento e distribuição), aumentando a relação custo-benefício institucional ao considerar a segurança e a resolubilidade assistencial.
GERENCIAMENTO DE PROCESSOS E INDICADORES DE DESEMPENHO EM SAÚDE
Apresenta conceitos, técnicas e ferramentas para a gestão de processos, debatendo questões relativas à classificação e ao mapeamento. Trata da estruturação de processos e da cadeia de valor, do grau de maturidade e da melhoria contínua. Aborda o monitoramento de processos e o uso de indicadores, alinhados às estratégias organizacionais, discutindo as características, atributos e métricas adotadas. Contextualiza a aplicação de indicadores de segurança do paciente, a relevância das fichas de indicadores e a necessidade de seleção dos mesmos. Conceitua e diferencia indicadores-chave de desempenho: Key Performance Indicator (KPI) e Acordo de Nível de Serviço (Service - Level Agreement - SLA). Trata do monitoramento de indicadores e do benchmarking, com destaque à performance assistencial, proporcionando a medição do valor de entrega aos clientes.
GESTÃO DA MUDANÇA E DE PROJETOS EM SAÚDE
Aborda os modelos de gestão e a aplicação de ferramentas que viabilizam a transição de cenários, bem como a mudança dos processos institucionais. Apresenta os processos e conhecimentos aplicados ao gerenciamento de projetos, segundo a metodologia do Project Management Institute (PMI). Conceitua o desenvolvimento de projetos segundo metodologias ágeis, no contexto social e estrutural das organizações de saúde, subsidiando as melhores práticas no gerenciamento e gestão de mudanças para o alcance da excelência em resultados.
CUIDADO CENTRADO NO PACIENTE
Apresenta as dimensões do cuidado centrado no paciente, discutindo a gestão da clínica e as linhas de cuidados assistenciais. Conceitua o uso de Protocolos Assistenciais e de abordagens terapêuticas baseadas em evidências científicas, proporcionando a análise da performance clínica embasada no perfil social, demográfico, epidemiológico e nosológico da população atendida. Contextualiza a segurança do paciente na atenção primária e domiciliar e na saúde suplementar. Aborda os Cuidados Paliativos, discute sobre a Humanização da Assistência e a experiência do paciente. Apresenta a prática do Disclosure e problematiza a importância do engajamento do paciente, cuidador, família e colaboradores na atenção à saúde, a fim de que o cuidado centrado no paciente seja valorizado também como um objetivo estratégico da organização.
LIDERANÇA TRANSFORMACIONAL, ÉTICA, LIDERANÇA E GOVERNANÇA EM SAÚDE
Apresenta os conceitos de governança e de gestão. Aborda os modelos de gestão, governança corporativa, gestão da informação, ética e de compliance nas organizações de saúde. Contextualiza a governança clínica e o planejamento estratégico para a busca de um serviço de excelência e a entrega de uma assistência segura e de qualidade. Conceitua a liderança como competência profissional para o alcance da melhor performance da equipe multiprofissional em busca da concretização das estratégias organizacionais. Estabelece a relação entre liderança transformacional, a gestão do conhecimento e a eficácia organizacional, a fim de fundamentar as melhores práticas para o efetivo desempenho e longevidade das organizações ante às necessidades e expectativas dos stakeholders, desafios e oportunidades do mercado.
ACREDITAÇÕES, CERTIFICAÇÕES E AUDITORIA DA QUALIDADE EM SAÚDE
Conceitua a estruturação do escritório da qualidade, as acreditações e das certificações em organizações de saúde. Apresenta os modelos de avaliação externa da qualidade e o modelo de acreditação do Sistema Brasileiro de Acreditação. Aborda o processo de auditorias internas da qualidade. Contextualiza o programa de qualidade na saúde suplementar para a implementação dos atributos de qualificação e aprimoramento da assistência fornecida pelos prestadores de serviços.
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO I: MODELOS E MÉTODOS EM PROJETO DE INTERVENÇÃO
Aborda métodos e técnicas científicas de pesquisa, levantamento e síntese de dados. Apresenta os fundamentos e as principais metodologias para a elaboração de um Projeto de Intervenção aplicado à gestão da qualidade e segurança do paciente, explorando a sua potencialidade para a implementação de práticas baseadas em evidências. Instrumentaliza o aluno para elaboração da etapa de problematização: identificação do problema, contextualização e realização do diagnóstico situacional.
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO II: OBJETIVOS E CENÁRIO DO PROJETO DE INTERVENÇÃO
Orienta e acompanha o desenvolvimento do projeto para a definição dos seus objetivos - geral e específicos. Elabora a revisão da literatura fundamentada em evidências científicas. Define o cenário de intervenção, considerando fatores e contextos específicos das diferentes realidades, contribuindo para o levantamento e sistematização de dados necessários ao desenvolvimento do Projeto de Intervenção.
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO III: AÇÕES E RESULTADOS DO PROJETO DE INTERVENÇÃO
Orienta, acompanha e contribui para a consolidação e finalização do Projeto de Intervenção aplicado à gestão da qualidade e segurança do paciente na elaboração de estratégias e ações propostas para a resolução de problemas, de forma participativa, para o alcance da qualidade e segurança do paciente no serviço de saúde ao qual se aplica. Propõe o monitoramento e avaliação das intervenções, por meio do uso de indicadores e apresenta os resultados assistenciais e gerenciais esperados. Aponta as referências utilizadas em sua elaboração, com observância às normas acadêmicas.
 
   TOTAL
O curso estimula a reflexão e o desenvolvimento de competências profissionais da área, permitindo ao aluno simular situações reais da rotina de trabalho. Para isso, serão propostos exercícios práticos, estudo de casos, diálogos, trabalhos em grupo, debates, fóruns, entre outras atividades.
Pós-graduação lato sensu - Especialização em Gestão da Qualidade e Segurança do Paciente
Inscrições abertas de:  07 de outubro de 2019 a 28 de fevereiro de 2020.

Veja as etapas do processo de ingresso de pós-graduação
Para candidatos brasileiros - apresentar cópias autenticadas em cartório:
- Diploma de graduação, devidamente registrado nos termos das normas estabelecidas pelo Ministério da Educação (MEC);
- Documento de Identificação Civil;
- Cadastro de Pessoa Física (CPF);
- Uma foto 3x4 recente, sem data (colocar o nome completo no verso).

Caso o candidato ainda não esteja de posse do diploma, é permitida a entrega do Certificado ou Declaração de Conclusão, com a data que ocorreu a colação de grau, que deve ser anterior à data de início do curso no qual o aluno está realizando a matrícula, condicionada a entrega posterior do diploma, documento necessário para a expedição do certificado de conclusão do curso de pós-graduação.

A data de validade do Certificado ou da Declaração de Conclusão deverá ser de até, no máximo, 1 (um) ano, anterior à data da matrícula no curso.

Para candidatos estrangeiros - apresentar cópias autenticadas dos seguintes documentos:
- Diploma de graduação, devidamente revalidado nos termos da legislação brasileira vigente;
- Registro Nacional de Estrangeiro (RNE) ou Passaporte e do visto temporário de estudante;
- Cadastro de Pessoa Física (CPF);
- Uma foto 3x4 recente (colocar o nome completo no verso);
- Declaração de proficiência em língua portuguesa, assinada por professor habilitado;
- Plano de seguro, que assegure a cobertura de despesas médico-hospitalares e despesas de repatriação, para os estrangeiros não residentes no Brasil.

Os documentos encaminhados para a matrícula serão analisados e, sendo constatada alguma irregularidade o Centro Universitário se reserva o direito de cancelar a matrícula a qualquer tempo.

Caso o processo de matrícula seja cancelado o candidato será comunicado por e-mail e deverá se manifestar quanto a devolução da documentação no prazo de 30 (trinta) dias corridos, a contar da data de envio do e-mail de cancelamento da matrícula. Caso não se manifeste os documentos serão destruídos.

O candidato poderá optar pela devolução dos documentos via Correios, neste caso, deverá responder o e-mail de cancelamento do processo de matrícula e indicar o endereço de sua preferência para o recebimento da documentação e autorizar a geração de boleto bancário referente aos custos da taxa de envio.

Selecione a unidade de seu interesse e faça a inscrição on-line

Quer ser informado sobre novas turmas?
 

Outras informações sobre este curso