Home  >  Cursos de Pós-Graduação  >  Arquitetura da Paisagem

Arquitetura da Paisagem

Especializar profissionais de nível superior para atuar em diversas modalidades do segmento paisagístico nos âmbitos público e privado, visando a solução de questões urbanas e ambientais pertinentes à arquitetura da paisagem, considerando os aspectos funcionais, estéticos e ambientais.

Carga horária: 366 horas

Atuação no mercado de trabalho
O especialista em Arquitetura da Paisagem será capaz de atuar em equipes interdisciplinares na elaboração de projetos de arquitetura paisagística e de paisagismo para as diversas áreas e âmbitos relativos ao meio ambiente urbano.

Os profissionais com cursos superiores completos, que não possuam registro no conselho regulamentador, poderão atuar em atividades projetuais de arquitetura paisagística, desde que acompanhados de profissionais associados aos conselhos de classe competentes.

Panorama de mercado
A consolidação do modo de vida urbano e o ritmo acelerado de crescimento da cidade contemporânea afastam os habitantes urbanos de um convívio com a vegetação e com a natureza e seus benefícios. Visando à reaproximação e à reconciliação entre esses agentes, a produção dos espaços urbanos livres de edificação tem tido importância progressiva na melhoria da qualidade do espaço urbanizado. Por consequência, o projeto e o planejamento desses espaços não edificados na cidade são cada vez mais importantes para melhorar a condição funcional, ambiental, estética, simbólica e social dos mais variados trechos da cidade.

Apesar das tendências de crescimento constatadas, há no mercado uma grande carência de profissionais devidamente preparados para responder à demanda. Muitos dos que atuam no setor não possuem a formação necessária para desempenho das funções técnicas, ou carecem de capacitação nas disciplinas ambientais e nas artes paisagísticas, itens fundamentais para a produção do espaço livre de edificação, objeto primordial do trabalho do profissional da área de arquitetura paisagística.
Profissionais com formação superior em arquitetura, engenharia, agronomia, biologia, geografia, design, artes plásticas e demais cursos que abordam questões relativas ao meio ambiente, à paisagem urbana e às artes em geral. A pós-graduação lato sensu especialização em Arquitetura da Paisagem é dirigida aos interessados em aprofundar seus conhecimentos na gestão da paisagem urbana e dos espaços urbanos livres de edificação, bem como nas suas relações com o meio ambiente e com o ser humano.
HISTÓRIA DA PAISAGEM E DO URBANISMO
Estuda, por meio de uma revisão histórica e conceitual, a evolução da intervenção humana na paisagem desde a antiguidade até os dias atuais. Avalia essas intervenções no âmbito do urbanismo, arquitetura da paisagem, e da arquitetura, de maneira a compreender a paisagem e o espaço urbano como um produto do processo de ocupação do território e suas inter-relações. Aborda as transformações da paisagem desde a cidade antiga, passando pela cidade medieval e a cidade moderna até nossos dias, finalizando com ênfase nas cidades latino-americanas e, em especial, brasileiras.
HOMEM, CIDADE E MEIO AMBIENTE: PERCEPÇÃO DA PAISAGEM
Estuda os processos mentais relativos à percepção ambiental para compreensão das inter-relações entre o homem e o meio ambiente, suas expectativas e condutas, sendo que todas as manifestações humanas são os resultados expressos das percepções, dos processos cognitivos, julgamentos e expectativas de cada indivíduo. Investiga a paisagem urbana, por meio da análise e reflexão sobre conceitos espaciais, situações temporais e relações culturais que se processam sobre a paisagem, transformando-a sempre em uma nova paisagem, e sua influência sobre o projeto do ambiente ideal/desejável para o habitat humano.
VEGETAÇÃO: COMPONENTE AMBIENTAL APLICADO AO PROJETO
Estuda a vegetação e suas relações com o meio ambiente, identificando seu papel como principal elemento constituinte da paisagem em seus aspectos bióticos e por sua expressividade espacial e potencial de uso pelo arquiteto paisagista. Avalia a vegetação em sua multiplicidade de aspectos: fisiologia, morfologia, nomenclatura, adaptabilidade, funções ecológicas e ambientais, recursos visuais, pictóricos e esculturais.
MÉTODOS E PROCESSOS DE PROJETO: PRÁTICA PROJETUAL - LOTE E QUADRA
Desenvolve a vivência do processo projetual e da ação criativa por meio da aplicação de diversos métodos de projeto sobre situações concretas na escala do lote e da quadra. Estuda o desenvolvimento dos métodos propostos e sua utilização no cotidiano da prática profissional e a possível aplicação no ensino superior.
ARTE, CULTURA E PAISAGEM
Discute a presença da paisagem, desde a pintura mural helênica até suas manifestações contemporâneas pós-modernas e apresenta o conceito de paisagem inserido no contexto de representação do espaço. Estuda importância da pintura da paisagem como principal criação artística do século XIX, identificando sua influência nas manifestações artísticas e culturais contemporâneas. Relaciona o paisagismo com a arquitetura, a arte, a sociedade e a produção cultural do início da pintura até o presente.
METODOLOGIA DE PESQUISA CIENTÍFICA
Estuda métodos de pesquisa como modo de produção de conhecimento e informação, visando a capacidade de identificar, contextualizar e sistematizar uma problemática de pesquisa com vistas a produção do trabalho de conclusão de curso. Aborda a utilização das normas técnicas para a produção dos trabalhos acadêmicos.
ASPECTOS TÉCNICOS DA INFRAESTRUTURA DO PROJETO PAISAGÍSTICO
Apresenta a importância dos aspectos técnicos na elaboração do projeto paisagístico, com ênfase na infraestrutura, enfocando os temas: solos, revelo, drenagem, irrigação e iluminação. Estuda interação entre os temas complementares e o projeto propriamente dito, enfatizando a necessidade de compatibilização com as áreas técnicas do conhecimento, tais como engenharias, geologia e tecnologia, no decorrer do desenvolvimento do projeto.
ESPAÇOS LIVRES DE EDIFICAÇÃO NA METRÓPOLE: PRÁTICA PROJETUAL - PRAÇA DE BAIRRO
Avalia, por meio da apresentação de estudos de caso, a importância dos espaços livres de edificação públicos na construção do tecido urbano e na caracterização da forma de um bairro ou região. Discute os conceitos de espaços livres de edificação públicos e privados, áreas verdes, cinturão verde e outros tipos espaços urbanos que compõem paisagem urbana. Desenvolve a prática projetual na escala do bairro por meio de exercício de projeto de uma praça.
BIOMAS BRASILEIROS E ECOLOGIA URBANA
Estuda os conceitos de paisagem e meio ambiente em suas diversas escalas, desde os biomas regionais até a escala urbana. Discute conceitos de ecologia urbana, visando a preservação e conservação do meio ambiente, considerando temas como proteção de áreas ripárias e de mananciais; manutenção da qualidade do ar, da água e do solo; ocupação de áreas de risco; impermeabilidade e contaminação do solo; entre outros aspectos fundamentais para a qualidade de vida urbana. Aborda e discute a legislação ambiental e sua aplicação em situações que dizem respeito ao território e a região.
PATRIMÔNIO URBANÍSTICO E CULTURAL
Discute as teorias de preservação e restauro de patrimônio histórico do final do século XIX e como esses conceitos foram aplicados às primeiras intervenções de valoração do patrimônio em edificações de caráter reconhecidamente histórico. Estuda propostas de restauro de paisagens, de jardins históricos e seus entornos, considerando o espaço propriamente dito e a influência da área envoltória.
PROJETOS PARA O ESPAÇO PÚBLICO
Estuda e avalia intervenções paisagísticas e de desenho urbano para situações e locais diversos, considerando as iniciativas públicas e privadas. Propõe visitas e vivências em parques, praças, calçadões e jardins públicos e privados visando estimular o olhar crítico e analítico sobre os espaços existentes.
ARQUITETURA DA PAISAGEM E SUSTENTABILIDADE: PRÁTICA PROJETUAL - PARQUE URBANO
Desenvolve exercícios de projetos paisagísticos em diversas escalas e graus de complexidade, inserindo as questões ambientais como prioridade. Analisa casos notáveis e projetos paisagísticos para espaços públicos e privados, visando constituir repertório para o desenvolvimento e aprimoramento do projeto. Desenvolve a prática projetual na escala da cidade, para instalação de parque urbano local ou regional.
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO
Orienta metodológica, científica e tecnologicamente para o desenvolvimento do Trabalho de Conclusão do Curso, levando o aluno a exercitar as etapas do processo de desenvolvimento do trabalho de natureza científica e as normas técnicas.
 
   TOTAL
Proposta metodológica:
Inclui aulas teóricas, visitas técnicas, palestras e vivências com profissionais da área. O aluno desenvolve um projeto ou trabalho de conclusão ao longo do curso. Visitas e análise de projetos para espaços de uso público.

Trabalho de conclusão de curso:
Monografia ou projeto desenvolvido sob orientação de professores especializados.
Pós-graduação (lato sensu) - Especialista em Arquitetura da Paisagem (certificado expedido pelo Centro Universitário Senac).

Veja as etapas do processo de ingresso de pós-graduação
Para candidatos brasileiros - apresentar cópias autenticadas em cartório:
- Diploma de graduação, devidamente registrado nos termos das normas estabelecidas pelo Ministério da Educação (MEC);
- Documento de Identificação Civil;
- Cadastro de Pessoa Física (CPF);
- Uma foto 3x4 recente, sem data (colocar o nome completo no verso).

Caso o candidato ainda não esteja de posse do diploma, é permitida a entrega do Certificado ou Declaração de Conclusão, com a data que ocorreu a colação de grau, que deve ser anterior à data de início do curso no qual o aluno está realizando a matrícula, condicionada a entrega posterior do diploma, documento necessário para a expedição do certificado de conclusão do curso de pós-graduação.

A data de validade do Certificado ou da Declaração de Conclusão deverá ser de até, no máximo, 1 (um) ano, anterior à data da matrícula no curso.

Para candidatos estrangeiros - apresentar cópias autenticadas dos seguintes documentos:
- Diploma de graduação, devidamente revalidado nos termos da legislação brasileira vigente;
- Registro Nacional de Estrangeiro (RNE) ou Passaporte e do visto temporário de estudante;
- Cadastro de Pessoa Física (CPF);
- Uma foto 3x4 recente (colocar o nome completo no verso);
- Declaração de proficiência em língua portuguesa, assinada por professor habilitado;
- Plano de seguro, que assegure a cobertura de despesas médico-hospitalares e despesas de repatriação, para os estrangeiros não residentes no Brasil.

Os documentos encaminhados para a matrícula serão analisados e, sendo constatada alguma irregularidade o Centro Universitário se reserva o direito de cancelar a matrícula a qualquer tempo.

Caso o processo de matrícula seja cancelado o candidato será comunicado por e-mail e deverá se manifestar quanto a devolução da documentação no prazo de 30 (trinta) dias corridos, a contar da data de envio do e-mail de cancelamento da matrícula. Caso não se manifeste os documentos serão destruídos.

O candidato poderá optar pela devolução dos documentos via Correios, neste caso, deverá responder o e-mail de cancelamento do processo de matrícula e indicar o endereço de sua preferência para o recebimento da documentação e autorizar a geração de boleto bancário referente aos custos da taxa de envio.

Selecione a unidade de seu interesse e faça a inscrição on-line

Quer ser informado sobre novas turmas?
 

Outras informações sobre este curso