Menu
Senac São Paulo
Busca

Pós-graduação

Gerenciamento de Áreas Contaminadas

Formato: presencial

Objetivo
Formar profissionais aptos a desenvolverem todas as atividades relacionadas ao gerenciamento de áreas contaminadas, com ênfase em sua caracterização e remediação.

Diferenciais
O curso de pós-graduação em Gerenciamento de Áreas Contaminadas do Senac é pioneiro e amplia o leque de formação dos programas de curta duração oferecidos hoje no mercado. Um dos diferenciais é a formação de profissionais com aptidão para atuarem nas diferentes etapas e funções do processo de gerenciamento de áreas contaminadas, com ênfase em sua caracterização e remediação, que desejem colaborar profissionalmente, com visão crítica, na solução de problemas.

Para isso, a integração entre a teoria e a prática permeia todo o curso, incluindo visitas técnicas e atividades de campo. Para essas atividades, o Senac dispõe de uma área experimental e também de laboratório de informática com softwares específicos.

Carga horária: 402 horas

Atuação no mercado de trabalho
O profissional formado nesse curso estará habilitado a desempenhar as funções de gestor de projetos de gerenciamento de áreas contaminadas, bem como executar e coordenar ações voltadas à caracterização e à remediação dessas áreas, atuando nos campos governamental e não-governamental (administração, assessoria e consultoria).

Panorama de mercado
Entre os principais desafios enfrentados por organizações públicas e privadas, sobretudo empresariais, e especialmente em regiões com densidade de empreendimentos econômicos, destaca-se o de definir e implementar estratégias para a recuperação de áreas contaminadas.

A origem das áreas contaminadas está relacionada com o desconhecimento, em épocas passadas, de procedimentos seguros para o manejo de substâncias perigosas, pelo desrespeito aos procedimentos corretos, pela ocorrência de acidentes e existência de pequenas e perenes perdas durante o desenvolvimento do processo produtivo ou de armazenamento. A necessidade de administrar e equacionar os problemas causados pelo crescente número de áreas contaminadas determina que as agências ambientais, assim como as empresas de consultoria ambiental e as empresas causadoras da contaminação, qualifiquem-se, criando a estrutura necessária e proporcionando a capacitação de seus recursos humanos, de modo a atingir a solução dos problemas ambientais, de maneira técnica e financeiramente adequada.
Público-alvo: Este curso destina-se a engenheiros, geólogos, biólogos e químicos. E demais graduados das diversas áreas de conhecimentos, com interesse ou atuação na área de gerenciamento, investigação e remediação de áreas contaminadas.
Pré-requisito: Portadores de diploma de graduação.
Obs: Não são aceitos cerificados de cursos sequenciais.

Este curso destina-se a engenheiros, geólogos, biólogos e químicos. E demais graduados das diversas áreas de conhecimentos, com interesse ou atuação na área de gerenciamento, investigação e remediação de áreas contaminadas.
Química Ambiental
Apresenta os fundamentos téoricos da química inorgânica, química orgânica e físico-química, proporcionando uma revisão de conceitos a serem utilizados nos demais componentes curriculares. Apresenta, também, conceitos básicos de química analítica visando fundamentar as técnicas de análises químicas laboratoriais para projetos ambientais, assim como tecnologias de tratamento de efluentes, com ênfase nos processos físico-químicos, biológicos e oxidativos.
Geologia e Pedologia
Introduz conhecimentos relativos à geologia e à pedologia, proporcionando a compreensão do processo de formação de solos e rochas, sua composição e importância no ciclo dos elementos e da água, fundamentando a importânica da caracterização dos materiais presentes na investigação de áreas contaminadas - solos, rochas, sedimentos, aterros. Apresenta os principais tipos de solos e suas características e propriedades, os conceitos de zona não saturada e saturada e de tipos de porosidade. Apresenta mapas geológicos e pedológicos, com ênfase na geologia e pedologia do Estado de São Paulo, objetivando a localização dos principais tipos litológicos e pedológicos existentes.
Hidrogeologia
Introduz conceitos básicos de hidrogeologia e discorre sobre os fatores que influenciam o estado de energia da água em subsuperfície. Apresenta a lei de Darcy, que dispõe sobre o fluxo da água em subsuperfície, como também discorre sobre os efeitos das heterogeneidades do meio sobre as propriedades e, consequentemente, sobre a dinâmica de circulação das águas. Apresenta, também, as condições que regem o fluxo da água em meios não saturados, o conceito de potencial aplicado a esses meios e as técnicas de determinação das propriedades hidráulicas do meio.
Fontes de Poluição do Solo e das Águas Subterrâneas
Apresenta os principais conceitos relacionados a fontes de poluição do solo e das águas subterrâneas, proporcionando a identificação de atividades relativas às atividades industriais e comerciais que possam causar a contaminação dos solos e das águas subterrâneas. Apresenta conceitos relativos a processos industriais e suas operações, discorrendo especificamente sobre a indústria de galvanoplastia e a cadeia produtiva da indústria do petróleo, com ênfase no refino e na distribuição de derivados. Apresenta, igualmente, os principais processos produtivos que usam solventes em suas operações. Apresenta as ações a serem desenvolvidas em processos de desativação de empreendimentos.
Legislação Aplicada ao Gerenciamento de Áreas Contaminadas
-Princípios do direito ambiental.
-Constituições federal e estadual.
-Leis federais 6.938/81 e 7.347/85:
-Licenciamento.
Responsabilidade civil.
Termo de ajustamento de conduta.
-Legislação estadual.
Atuação dos órgãos ambientais do Estado de São Paulo: preventiva e corretiva.
-Lei de crimes ambientais: responsabilidade penal.
-Anteprojeto de lei estadual: áreas contaminadas.
Metodologia de Gerenciamento de Áreas Contaminadas
Apresenta o procedimento de gerenciamento de áreas contaminadas adotado pelo Estado de São Paulo, proporcionando o conhecimento de todas as etapas que o compõem e como elas se relacionam. Introduz a questão de áreas contaminadas por meio de um histórico baseado nos casos marcantes em nível mundial, destacando os principais problemas a elas associados, o crescimento do problema e as principais tendências e desafios. Apresenta as definições adotadas no processo de gerenciamento de áreas contaminadas e as técnicas associadas à identificação de áreas com potencial de contaminação, à avaliação preliminar, à investigação confirmatória e à investigação detalhada de áreas. Apresenta a definição de modelo conceitual e destaca sua importância no gerenciamento de áreas contaminadas no desenvolvimento de etapas subsequentes à sua elaboração.
Modelos Matemáticos de Fluxo de Água e de Transporte de Poluentes em. Meios Porosos
Apresenta os principais modelos de fluxo e de transporte e os objetivos de uma modelagem, discorrendo sobre o estabelecimento de condições de contorno e das condições iniciais, a elaboração de modelo conceitual, a calibração de modelos e a sensividade dos parâmetros e qualidade de previsões. Proporciona o aprendizado na aplicação de modelos matemáticos para simulação do fluxo de água e transporte de contaminantes em subsuperfície, por meio do emprego do software Visual ModFlow.
Determinação das Propriedades Hídricas de Meios Porosos
Apresenta os principais métodos e técnicas empregadas na caracterização das propriedades dos aquíferos relacionadas com o fluxo de água, com ênfase na execução em campo de testes de bombeamento e slug tests, seguida do emprego dos principais métodos de interpretação dos dados obtidos nesses ensaios.
Técnicas de Investigação de Áreas Contaminadas
Apresenta os fundamentos do processo de investigação de áreas contaminadas, com ênfase nas principais técnicas aplicadas na amostragem de solo e de água subterrânea. São apresentadas as principais técnicas e equipamentos para a amostragem de solo e de água subterrânea, os cuidados inerentes à preparação das amostras para envio ao laboratório, práticas relativas à descontaminação de equipamentos e sobre os procedimentos de segurança a serem observados em trabalhos de campo. Apresenta os principais métodos de análise química, os processos de controle de qualidade a serem observados pelo laboratórios e a validação e interpretação de dados analíticos. Contempla o planejamento da investigação, a partir do modelo conceitual dos resultados obtidos nas etapas anteriores àquela que se desenvolverá.
Avaliação de Risco à Saúde
Apresenta os fundamentos teóricos da avaliação de risco à saúde humana, considerando as diferentes metodologias de avaliação, como o RAGS/HHEM EPA, ATSDR e RBCA/ACBR, proporcionando ao aluno o conhecimento das etapas que a compõem e a competência para seu desenvolvimento. Apresenta os fundamentos conceituais e matemáticos da ferramenta digital desenvolvida pela Cetesb para o cálculo e quantificação do risco à saúde humana e estabelecimento de concentrações metas aceitáveis, desenvolvendo as habilidades necessárias à sua utilização.
Atendimento a Emergências Químicas
Apresenta conceitos e definições relativos a emergências químicas, fornecendo indicações sobre os perigos associados às substâncias químicas e sobre as ações a serem adotadas com vistas a prevenir os riscos decorrentes da exposição a essas substâncias. Apresenta as principais fontes de informação sobre substâncias químicas, discorrendo sobre as características que lhes conferem risco à segurança e ao meio ambiente. Apresenta os principais equipamentos portáteis de detecção da presença de contaminantes e sua aplicação, bem como os principais equipamentos de proteção individual. Fornece conceitos básicos sobre a conservação, manutenção e descontaminação de equipamentos e apresenta as principais técnicas empregadas em situações emergenciais, exemplificando-as com estudos de casos aplicados em áreas contaminadas.
Metodologia de Pesquisa
Apresenta os fundamentos teóricos para as diferentes formas de pesquisa e produção acadêmica, proporcionando condições ferramentais para que o aluno elabore o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). Fornece instrumentos de análise para o desenvolvimento do TCC de acordo com a proposta do curso, oportunizando a escolha do tema e a sua pertinência e originalidade.
Técnicas de Remediação de Áreas Contaminadas 1
Apresenta as técnicas mais empregadas na remediação de áreas contaminadas, especificando suas características (princípios nos quais se baseia e equipamentos que a compõem) e aplicação, bem como as condições para sua implantação e operação. Apresenta, também, as condições para condução de testes piloto (parâmetros que devem ser coletados e instrumentos utilizados), a interpetação dos resultados obtidos nesses testes e as condições para verificação do desempenho da aplicação da técnica.
Técnicas de Remediação de Áreas Contaminadas 2
Apresenta as técnicas mais empregadas na remediação de áreas contaminadas que têm como princípio a ação de organismos vivos. Proporciona uma introdução aos conceitos básicos de biogeoquímica, da biorremediação, da atenuação natural e da fitorremediação, apresentando as condições necessárias para implantação e operação desses sistemas. Proporciona as informações necessárias para a realização de ensaios de campo, como a determinação de raio de influência, zonas de captura e vazões de injeção de líquidos (solução de substrato orgânico), assim como para ensaios de laboratório, como a determinação do potencial biológico e ensaios de dagradação ambiental.
Geoquímica e Transporte de Contaminantes em Subsuperfície
Fornece os fundamentos teóricos para a quantificação do transporte de contaminantes em meio saturado e não saturado, com base na equação de fluxo e nos fenômenos geoquímicos relacionados ao comportamento de contaminantes em subsuperfície, com ênfase nas interações contaminante-água, contaminante-ar, contaminante-sólidos e degradação. Apresenta os fenômenos controladores do comportamento de contaminantes em subsuperfície, a saber, advecção, dispersão, retardação e decaimento, utilizando os modelos analíticos Bioscreen e Biochlor para fixação do aprendizado. Apresenta o comportamento de contaminantes multifásicos em subsuperfície.
Trabalho de Conclusão de Curso
Ao longo do curso os alunos serão estimulados a desenvolver uma postura investigativa, imprescindível para quem atua em um campo onde é constante a necessidade de lidar com problemas algumas vezes até inusitados. Ao final do curso os alunos deverão entregar o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), indispensável para a obtenção do certificado de especialista. O objetivo é dar ao estudante a possibilidade de, com o TCC, acessar a autonomia no processo de aprendizagem.
 
   TOTAL
Proposta metodológica:
As aulas teóricas acontecem em salas equipadas com recursos de multimídia e em laboratório de informática com a utilização de programas consagrados da área. As aulas práticas são realizadas na estação experimental, em poços de monitoramento. São previstas visitas técnicas e palestras com profissionais da área.

Trabalho de Conclusão de Curso:
Concede ao aluno a possibilidade de atuar com autonomia em seu processo de aprendizagem, fazendo uso das tecnologias e ferramentas obtidas no decorrer do curso.

Parceiros para a realização do curso:
- Clean Environment Brasil Engenharia e Comércio Ltda;
- Servmar Serviços Técnicos Ambientais Ltda;
- Tecnohidro Projetos Ambientais Ltda.
Pós-graduação lato sensu - Especialização em Gerenciamento de Áreas Contaminadas (certificado expedido pelo Centro Universitário Senac).

Taxa de inscrição:  R$ 50

Veja as etapas do processo seletivo de pós-graduação
Para candidatos brasileiros:
- 1 cópia (frente e verso), e o original do diploma de graduação devidamente registrado segundo as normas do MEC (Certificado de curso sequencial não corresponde a diploma de graduação nem permite matrícula em cursos de especialização ou cursos de pós-graduação stricto sensu). O diploma de graduação poderá ser provisoriamente substituído por atestado ou declaração que comprove que o candidato concluiu o curso e colou grau, mencionando a data em que a colação ocorreu. Diplomas emitidos por instituições estrangeiras devem ser revalidados nos termos da legislação brasileira (o diploma de graduação pode ser provisoriamente substituído por atestado ou declaração que comprove que o candidato concluiu o curso e colou grau, mencionando a data da colação), além da portaria de autorização ou reconhecimento do curso expedida pelo MEC;
- 1 cópia (frente e verso) da carteira de identidade (RG);
- 1 cópia (frente e verso) do Cadastro de Pessoa Física (CPF);
- 1 foto 3x4 recente.

Para candidatos estrangeiros residentes no Brasil:
- 1 cópia autenticada do diploma de graduação (com autorização consular e tradução juramentada, exceto se estiver em língua espanhola);
- 1 cópia da Carteira de Identidade de Estrangeiro (RNE) e CPF;
- 1 foto 3x4 recente.

Para candidatos estrangeiros não-residentes no Brasil:
- 1 cópia autenticada do diploma de graduação (com autorização consular e tradução juramentada, exceto se estiver em língua espanhola);
- 1 cópia do passaporte e do visto de permanência no país;
- 1 cópia de plano de seguro que garanta a cobertura de despesas médico-hospitalares e de repatriação;
- Declaração de proficiência em língua portuguesa, assinada por professor habilitado;
- 1 foto 3x4 recente.

Selecione a unidade de seu interesse e faça a inscrição on-line

Quer ser informado sobre novas turmas?
 

Outras informações sobre este curso

Pós-graduação em Gerenciamento de Áreas Contaminadas - Centro Universitário Senac from Senac São Paulo
Desconto 20% para o Ensino Superior
Conheça os outros cursos
ligados à área:
Tags
pós-graduação gerenciamento de áreas contaminadas, especialização curso, recuperação ambiental, recuperação de contaminação ambiental, monitoramento ambiental, caracterização de áreas contaminadas, remediação de áreas contaminadas, investigação de áreas contaminadas, metodologia de gerenciamento de áreas contaminadas, Senac sp.



Informações: 4090-1030 para capitais e regiões metropolitanas
e 0800-883-2000 para demais regiões ou pelo Fale Conosco

Copyright © 2007-2016.
Todos os Direitos Reservados.