Menu
Senac São Paulo
Busca

Pós-graduação

Design Gráfico

Formato: Presencial

Especializar profissionais capazes de atuar sob a proposta da complexidade da atividade projetual e a interação entre os agentes envolvidos no processo do Design Gráfico, como projetos gráficos (impressos e digitais), construção de marcas e sinalização, entre outros.

Diferenciais:
Este curso, igualmente, visa estimular o posicionamento empreendedor do especialista,
contribuindo para a ampliação de sua visão sobre os processos neste segmento, estimulando o raciocínio de projeto fundamentado nos estudos das diferentes linguagens, no contexto de produção e mercadológicos para assegurar a viabilidade dos projetos. Contribui, assim, para atualizar o profissional frente à convergência das mídias, compreendendo as transformações dos meios e veículos de comunicação na sociedade contemporânea.

Carga horária: 366 horas

Atuação
O profissional com esta especialização estará apto a atuar, com ampla visão conceitual e prática no desenvolvimento de projetos na área de design gráfico, concebendo soluções visuais para projetos gráficos. Essas soluções compreendem a criação de projetos editoriais, livros, revistas, identidades visuais empresariais, cartazes, sinalização, design promocional, websites, homepages, criações multimídia e inserções gráficas como suporte a narrativas fílmicas.

Panorama de mercado
O design gráfico pode ser definido como uma área de atuação que envolve o planejamento e o projeto relacionados à programação visual, em um determinado suporte. Essa área é essencialmente interdisciplinar, em interface com as artes visuais, a arquitetura, a comunicação, a publicidade, o jornalismo, o marketing e as ciências da computação, além de contribuir para os estudos sobre mídias contemporâneas para além das questões tecnológicas.
o designer gráfico opera com o universo da programação visual desenvolvendo projetos editoriais, livros, revistas, identidades visuais empresariais, cartazes, trabalhando com sistemas de sinalização, design promocional, do bi ao tridimensional, websites, criações em multimídia, letreiros de filme e inserções gráficas, como suporte a narrativas fílmicas. A natureza pluralista do design propicia a integração das diversas áreas de conhecimento, fundamentada no diálogo entre o design, a comunicação e as artes, visando aprofundar os conhecimentos técnicos e culturais, além de enfatizar a prática de projeto.
Profissionais com formação superior nas áreas de design gráfico ou de produtos, arquitetura e comunicação social nas habilitações de Publicidade e Jornalismo, além de profissionais, com formação superior, envolvidos ou interessados em atuar no segmento de design gráfico.
Comunicação, Linguagem e Sentido
Estuda o design gráfico como produção de sentido e significado, tendo em vista a relação produção, mídia e recepção. Considera como base conceitual a semiótica de Charles S. Peirce, estabelecendo a comunicação e a informação como categorias de interpretação, conhecimento e representação, com a intensão de desenvolver a capacidade de percepção e leitura semiótica na produção editorial impressa e digital, presentes na sociedade tecnológica e informacional.
Tipografia
Aborda conhecimentos sobre a história da tipografia em seu amplo contexto, abrangendo desde a configuração dos primeiros sistemas de escrita até o advento da tipografia digital. Estuda a nomenclatura para partes dos tipos, a classificação de tipos, conceitos de legibilidade e leiturabilidade. Compreende a linguagem tipográfica, fundamentada em bases instrumentais, como o espacejamento de letras e palavras, recuo de parágrafo, tamanhos, estilos, estruturas e famílias. Tem por finalidade aplicar os conhecimentos históricos, conceituais e técnicos sobre a tipografia no projeto gráfico impresso e digital.
Design Experimental
Desenvolve experimentações gráficas a partir dos elementos da linguagem visual, espaço, proporção, cor, tensão, movimento, ritmo, harmonia, contraste e equilíbrio, visando à formação de repertório em design editorial. Investiga os aspectos estruturais, formais e tipográficos da página impressa e constrói ensaios gráficos utilizando as grades tradicionais, experimentais e composições livres, além de pesquisar estruturas sequenciais.
Design Editorial
Investiga o desenvolvimento dos aspectos estruturais, formais e tipográficos da página impressa e constrói ensaios gráficos utilizando as grades tradicionais, experimentais e composições livres, além de pesquisar estruturas sequenciais. Examina o nível macro estético: formato geral, estrutura básica, tipo dominante e o nível micro estético: aspectos específicos, variedade dos detalhes. Estuda o estilo editorial e a exploração das perspectivas visuais, a interpretação formal, a conceituação visual e a identidade gráfica. Estimula o aluno a vivenciar procedimentos de experimentação, verificação, reflexão aplicados a construção da linguagem gráfica e ao conceito de editar.
Identidade de Marca
Conceitua a identidade de marca. Compreende o desenvolvimento e gerenciamento de programas de identidade de marcas que envolvem ações interdisciplinares, os papéis estratégicos na gestão de marcas e as ações de comunicação para o alcance da equidade da marca. Estuda os processos criativos e metodológicos como ferramenta para o desenvolvimento de um projeto de identidade visual e seu sistema, visando à utilização em várias aplicações, incluindo suportes materiais e as diversas mídias.
Design de Interface
Apresenta os conceitos de arquitetura da informação em web sites, projeto de estruturas, mapas de navegação e de busca, no contexto de ação do designer. Aborda os fundamentos da criação gráfica, grid, sistema de ícones, tipografia, cor, imagem e espaço. Propõe a concepção de layout de páginas de web com foco no usuário-conteúdo-contexto, considerando os requisitos de interatividade e de usabilidade na sua elaboração.
História do Design
Estuda o design gráfico na sua acepção de leitura historiográfica e leitura de linguagem, num sentido paradigmático, considerando a evolução e a expansão das linguagens, das mídias e das diversas técnicas de produção. Proporciona a percepção do design como configuração de estruturas e linguagens, o seu papel na cultura das mídias e seu estatuto de representação e linguagem.
Progamação Aplicada ao Design
Discute os processos envolvidos no desenvolvimento de sistemas e princípios de programação que sustentam o funcionamento de aplicações e software nas mídias digitais. Desenvolve processos de criação relacionados à comunicação em meios digitais. Apresenta as linguagens de marcação e formatação utilizadas na Web, tais como HTML, CSS, linguagem script dentre outras. Analisa e desenvolve interfaces gráficas em sua usabilidade e acessibilidade.
Infográfico
Analisa o papel da infografia na transmissão da informação digital e impressa, na mídia contemporânea. Apresenta o processo de construção de infográficos, o planejamento, a investigação, a ideia gráfica, o conteúdo e a disposição do infográfico na página, além do desenvolvimento das formas de visualização e dos recursos de diagramação, propiciando a elaboração de roteiros para o projeto.
Metadesign
Reflete sobre metodologias e campos alternativos de atuação em design. Propicia a investigação e a reflexão sobre o desenvolvimento de projetos e a relação entre design e outras áreas de conhecimento.
Discute modos e possibilidades de invenção no processo projetual. Investiga as relações entre o design e a teoria da complexidade.
Sinalização e Ambientação
Propicia o desenvolvimento de projetos de design de sinalização e de ambientação de espaços. Estuda os sistemas de representação, de organização e de construção de informações aplicadas aos projetos de ambientes. Propõe a elaboração de estratégias de construção para comunicação visual em ambientes, e a atribuição de significado ao espaço.
Trabalho de Conclusão de Curso
Orienta metodológica, científica e tecnologicamente para o desenvolvimento do Trabalho de Conclusão do Curso, levando o aluno a exercitar as etapas do processo de desenvolvimento do trabalho de natureza científica e as normas técnicas.
 
   TOTAL
Comunicação, Linguagem e Sentido
Estuda o design gráfico como produtor de sentido e significado tendo em vista a relação produção, mídia e recepção. Tem como base conceitual a semiótica de Charles S. Peirce, estabelecendo a comunicação e a informação como categorias de interpretação, conhecimento e representação. Visa desenvolver a capacidade de percepção e leitura semiótica da produção gráfica impressa e digital presentes na sociedade tecnológica e informacional.
Tipografia
Aborda conhecimentos sobre a história da tipografia em seu amplo contexto, abrangendo desde a configuração dos primeiros sistemas de escrita até o advento da tipografia digital. Estuda a nomenclatura para partes dos tipos, a classificação de tipos, conceitos de legibilidade e leiturabilidade. Compreende a linguagem tipográfica, fundamentada em bases instrumentais, como o espacejamento de letras e palavras, recuo de parágrafo, tamanhos, estilos, estruturas e famílias. Tem por finalidade aplicar os conhecimentos históricos, conceituais e técnicos sobre a tipografia no projeto gráfico impresso e digital.
Design Experimental
Desenvolve experimentações gráficas a partir dos elementos da linguagem visual, espaço, proporção, cor, tensão, movimento, ritmo, harmonia, contraste e equilíbrio, em mídias diversificadas com ênfase na tipografia. Exercita a prática projetual a partir de processos de criação não-convencionais, numa busca lúdica por novas possibilidades estéticas.
Metodologia de Pesquisa
Apresenta os fundamentos teóricos para as diferentes formas de pesquisa e produção acadêmica, proporcionando condições ferramentais para que o aluno elabore o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). Fornece instrumentos de análise para o desenvolvimento do TCC de acordo com a proposta do curso, oportunizando a escolha do tema, sua pertinência e originalidade.
Espaço, Comunicação e Design
Estudo das características do espaço bidimensional e tridimensional que, transformados culturalmente através dos objetos que os delimitam, dão lugar a distintos processos culturais nas cidades contemporâneas. Discussão da produção cultural de representação das cidades contemporâneas pelas diversas mídias e seu reflexo na transformação e participação das ações de comunicação e informação: sua natureza, funções e lógica processual. Através da leitura e interpretação de concretos ambientes urbanos, pretende-se estudar a cidade como mídia e mediação, representada por meio de signos visuais em interface com diversas linguagens, tendo em vista a atuação do design gráfico como instrumento de sua produção e de sua representação.
Design Editorial
Investiga o desenvolvimento dos aspectos estruturais, formais e tipográficos da página impressa e constrói ensaios gráficos utilizando as grades tradicionais, experimentais e composições livres, além de pesquisar estruturas sequenciais. Examina o nível macro estético: formato geral, estrutura básica, tipo dominante e o nível micro estético: aspectos específicos, variedade dos detalhes. Estuda o estilo editorial e a exploração das perspectivas visuais, a interpretação formal, a conceituação visual e a identidade gráfica. Estimula o aluno a vivenciar procedimentos de experimentação, verificação, reflexão aplicados a construção da linguagem gráfica e ao conceito de editar.
Seminários Avançados
Realiza seminários avançados sobre design gráfico, considerando leituras e produção teórica sobre ações práticas dos alunos, a partir de estudos de caso orientados pelo professor, da prática profissional dos alunos ou do objeto da pesquisa. Realiza atividade assistida de desenvolvimento da monografia.
História do Design Moderno
Estuda o design gráfico editorial na sua acepção de leitura historiográfica e leitura de linguagem, num sentido paradigmático, considerando a evolução e o espraiamento das linguagens e mídias e das diversas técnicas de produção, com o objetivo de levar o pesquisador a perceber o percurso histórico do design gráfico no período moderno, evidenciando a noção de produto, uso e função no que diz respeito aos modos de produção, fruição e reflexão do design gráfico, tendo em vista a grande variedade de formas novas criadas nessa época - uma clara intersecção entre o design e as vanguardas modernistas - que caracterizam o design gráfico moderno.
História do Design Contemporâneo
Estuda o design gráfico editorial na sua acepção de leitura historiográfica e leitura de linguagem, num sentido paradigmático, considerando a evolução e o espraiamento das linguagens e mídias e das diversas técnicas de produção, com o objetivo de discutir o percurso histórico do design gráfico partindo-se do final do modernismo, nos anos 50 e a entrada daquele no período que é conhecido como pós-modernidade. A concepção da disciplina é criar um estudo histórico que fundamente a passagem da noção de produto, uso e função, para as idéias principais de processo, no que diz respeito aos modos de produção, fruição e reflexão que, na era contemporânea, caracterizam o design e sua operação pluralizada.
Identidade de Marca
Conceitua a identidade de marca. Compreende o desenvolvimento e gerenciamento de programas de identidade de marcas, que envolvem ações interdisciplinares, os papéis estratégicos na gestão de marcas e as ações de comunicação para o alcance da equidade da marca. Estuda os processos criativos e metodológicos como ferramenta para o desenvolvimento de um projeto de identidade visual e seu sistema, visando à utilização em várias aplicações, incluindo suportes materiais e as diversas mídias.
Design de Interface
Apresenta os conceitos de arquitetura da informação em web sites, projeto de estruturas, mapas de navegação e de busca, no contexto de ação do designer. Aborda os fundamentos da criação gráfica, grid, sistema de ícones, tipografia, cor, imagem e espaço com foco na transposição do conteúdo impresso para o online. Propõem a concepção de layout de páginas de web com foco no usuário-conteúdo-contexto, visando estabelecer um ligação entre o tradicional e as novas tendências midiáticas.
Gestão em Design
Estuda o processo de gerenciamento do design desde a concepção, estratégias, desenvolvimento, implantação até a avaliação de projetos. Exercita a capacidade de planejamento de produção, incluindo a mensuração de recursos, valores de remuneração, identificação dos custos operacionais diretos e indiretos, aspectos contratuais em relação à ética, às questões legais e à viabilidade financeira. Tem por finalidade incentivar o desenvolvimento da capacidade empreendedora e suas respectivas aplicações do mundo do trabalho.
 
   TOTAL
TIPOGRAFIA
Aborda conhecimentos sobre a história da tipografia em seu amplo contexto, abrangendo desde a configuração dos primeiros sistemas de escrita até o advento da tipografia digital. Estuda a nomenclatura para partes dos tipos, a classificação de tipos, conceitos de legibilidade e leiturabilidade. Compreende a linguagem tipográfica, fundamentada em bases instrumentais, como o espacejamento de letras e palavras, recuo de parágrafo, tamanhos, estilos, estruturas e famílias. Aplica os conhecimentos históricos, conceituais e técnicos sobre a tipografia no projeto gráfico impresso e digital.
HISTÓRIA DO DESIGN
Estuda o design gráfico na sua acepção de leitura historiográfica e leitura de linguagem, num sentido paradigmático, considerando a evolução e a expansão das linguagens, das mídias e das diversas técnicas de produção. Proporciona a percepção do design como configuração de estruturas e linguagens, o seu papel na cultura das mídias e seu estatuto de representação e linguagem.
DESIGN EXPERIMENTAL
Desenvolve experimentações gráficas a partir dos elementos da linguagem visual, espaço, proporção, cor, tensão, movimento, ritmo, harmonia, contraste e equilíbrio, visando à formação de repertório em design editorial. Investiga os aspectos estruturais, formais e tipográficos da página impressa e constrói ensaios gráficos utilizando as grades tradicionais, experimentais e composições livres, além de pesquisar estruturas sequenciais.
COMUNICAÇÃO, LINGUAGEM E SENTIDO
Estuda o design gráfico como produção de sentido e significado, tendo em vista a relação produção, mídia e recepção. Considera como base conceitual a semiótica de Charles S. Peirce, estabelecendo a comunicação e a informação como categorias de interpretação, conhecimento e representação, com a intensão de desenvolver a capacidade de percepção e leitura semiótica na produção editorial impressa e digital, presentes na sociedade tecnológica e informacional.
DESIGN DE INTERFACE
Apresenta os conceitos de arquitetura da informação em web sites, projeto de estruturas, mapas de navegação e de busca, no contexto de ação do designer. Aborda os fundamentos da criação gráfica, grid, sistema de ícones, tipografia, cor, imagem e espaço. Propõe a concepção de layout de páginas de web com foco no usuário-conteúdo-contexto, considerando os requisitos de interatividade e de usabilidade na sua elaboração.
DESIGN EDITORIAL
Investiga o desenvolvimento dos aspectos estruturais, formais e tipográficos da página impressa e constrói ensaios gráficos utilizando as grades tradicionais, experimentais e composições livres, além de pesquisar estruturas sequenciais. Examina o nível macro estético: formato geral, estrutura básica, tipo dominante e o nível micro estético: aspectos específicos, variedade dos detalhes. Estuda o estilo editorial e a exploração das perspectivas visuais, a interpretação formal, a conceituação visual e a identidade gráfica. Estimula o aluno a vivenciar procedimentos de experimentação, verificação, reflexão aplicados a construção da linguagem gráfica e ao conceito de editar.
PROGRAMAÇÃO APLICADA AO DESIGN
Discute os processos envolvidos no desenvolvimento de sistemas e princípios de programação que sustentam o funcionamento de aplicações e software nas mídias digitais. Desenvolve processos de criação relacionados à comunicação em meios digitais. Apresenta as linguagens de marcação e formatação utilizadas na Web, tais como HTML, CSS, linguagem script dentre outras. Analisa e desenvolve interfaces gráficas em sua usabilidade e acessibilidade.
INFOGRÁFICO
Analisa o papel da infografia na transmissão da informação digital e impressa, na mídia contemporânea. Apresenta o processo de construção de infográficos, o planejamento, a investigação, a ideia gráfica, o conteúdo e a disposição do infográfico na página, além do desenvolvimento das formas de visualização e dos recursos de diagramação, propiciando a elaboração de roteiros para o projeto.
METADESIGN
Reflete sobre metodologias e campos alternativos de atuação em design. Propicia a investigação e a reflexão sobre o desenvolvimento de projetos e a relação entre design e outras áreas de conhecimento. Discute modos e possibilidades de invenção no processo projetual. Investiga as relações entre o design e a teoria da complexidade.
IDENTIDADE DE MARCA
Conceitua a identidade de marca. Compreende o desenvolvimento e gerenciamento de programas de identidade de marcas que envolvem ações interdisciplinares, os papéis estratégicos na gestão de marcas e as ações de comunicação para o alcance da equidade da marca. Estuda os processos criativos e metodológicos como ferramenta para o desenvolvimento de um projeto de identidade visual e seu sistema, visando à utilização em várias aplicações, incluindo suportes materiais e as diversas mídias.
SINALIZAÇÃO E AMBIENTAÇÃO
Propicia o desenvolvimento de projetos de design de sinalização e de ambientação de espaços. Estuda os sistemas de representação, de organização e de construção de informações aplicadas aos projetos de ambientes. Propõe a elaboração de estratégias de construção para comunicação visual em ambientes, e a atribuição de significado ao espaço.
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO
Orienta metodológica, científica e tecnologicamente para o desenvolvimento do Trabalho de Conclusão do Curso, levando o aluno a exercitar as etapas do processo de desenvolvimento do trabalho de natureza científica e as normas técnicas.
 
   TOTAL
Proposta Metodológica:
O curso incentiva a participação ativa e condições de aprendizagem por meio de discussões e participação nas aulas contextualizadas em situações reais de trabalho, de modo que os alunos pesquisem e organizem as informações para realização de projetos, desenvolvendo sua capacidade de análise, reflexão e criação, com avaliação sistemática, voltada para a aprendizagem com autonomia, assim como o exercício interdisciplinar e transversal comuns à prática profissional em design gráfico.

Trabalho de conclusão de curso:
Consiste na elaboração de um projeto completo, desde a concepção até o projeto executivo, com apresentação de estudo de viabilidade, custos e toda conceituação teórica. Tem como objetivo avaliar a capacidade do aluno no entendimento das questões que envolvem o projeto e sua gestão. Ao final do curso, o aluno produz um volume completo, com todas as informações do trabalho e relatório do processo, e ainda uma versão sintética para possível publicação em mídia impressa ou digital.
Pós-graduação lato sensu - Especialista em Design Gráfico (certificado expedido pelo Centro Universitário Senac).
Inscrições abertas de:  3 de outubro de 2016 a 2 de março de 2017.
Taxa de inscrição:  R$ 50,00

Veja as etapas do processo seletivo de pós-graduação
Para candidatos brasileiros:
- 1 cópia (frente e verso), e o original do diploma de graduação devidamente registrado segundo as normas do MEC (Certificado de curso sequencial não corresponde a diploma de graduação nem permite matrícula em cursos de especialização ou cursos de pós-graduação stricto sensu). O diploma de graduação poderá ser provisoriamente substituído por atestado ou declaração que comprove que o candidato concluiu o curso e colou grau, mencionando a data em que a colação ocorreu. Diplomas emitidos por instituições estrangeiras devem ser revalidados nos termos da legislação brasileira (o diploma de graduação pode ser provisoriamente substituído por atestado ou declaração que comprove que o candidato concluiu o curso e colou grau, mencionando a data da colação), além da portaria de autorização ou reconhecimento do curso expedida pelo MEC;
- 1 cópia (frente e verso) da carteira de identidade (RG);
- 1 cópia (frente e verso) do Cadastro de Pessoa Física (CPF);
- 1 foto 3x4 recente.

Para candidatos estrangeiros residentes no Brasil:
- 1 cópia autenticada do diploma de graduação (com autorização consular e tradução juramentada, exceto se estiver em língua espanhola);
- 1 cópia da Carteira de Identidade de Estrangeiro (RNE) e CPF;
- 1 foto 3x4 recente.

Para candidatos estrangeiros não-residentes no Brasil:
- 1 cópia autenticada do diploma de graduação (com autorização consular e tradução juramentada, exceto se estiver em língua espanhola);
- 1 cópia do passaporte e do visto de permanência no país;
- 1 cópia de plano de seguro que garanta a cobertura de despesas médico-hospitalares e de repatriação;
- Declaração de proficiência em língua portuguesa, assinada por professor habilitado;
- 1 foto 3x4 recente.

Selecione a unidade de seu interesse e faça a inscrição on-line

Quer ser informado sobre novas turmas?
 

Outras informações sobre este curso

Pós-graduação em Design Gráfico from Senac São Paulo
Conheça os outros cursos
ligados à área:
Tags
Especialização em design gráfico, pós-graduação em design gráfico, comunicação visual, identidade visual, gestão da comunicação, design editorial, produção audiovisual,



Informações: 4090-1030 para capitais e regiões metropolitanas
e 0800-883-2000 para demais regiões ou pelo Fale Conosco

Copyright © 2007-2016.
Todos os Direitos Reservados.